Rio

Chuva provoca alagamentos em várias partes do Rio nesta madrugada

Equipes da Comlurb escoam água de pista na Avenida Embaixador Abelardo Bueno.

As fortes chuvas que atingiram o RJ nesta madrugada provocaram diversos pontos de alagamento na Região Metropolitana. O Centro de Operações Rio, da prefeitura, informou que a cidade do Rio entrou em alerta máximo por volta das 2h50 deste domingo (21) devido às fortes chuvas que atingiram a cidade. Às 01h45 o Centro de Monitoramento e Operações da Defesa Civil de Niterói informou que a cidade permanecia em estágio de atenção, por conta dos núcleos de chuva que se aproximavam de Niterói, vindos da cidade do Rio.

Bombeiros realizaram aproximadamente 30 operações de resgate em todo o Rio de Janeiro, a maioria relacionada a salvar pessoas, combater inundações e enfrentar alagamentos. Até o momento não foram relatadas vítimas.

 

Foram registrados pontos de alagamentos nos bairros do Fonseca, Icaraí, Ingá, Santa Rosa, Barra da Tijuca, Botafogo, Catete, Flamengo, Rio das Pedras, Lapa e alguns pontos de São Gonçalo. As comunidades da Maré e da Rocinha também tiveram bloqueios após o temporal.

    Fonseca

Em Niterói há relatos de moradores que estão sem energia elétrica desde às 2h. A Enel informou que acionou o seu plano de emergência para eventos climáticos e que segue em plena mobilização durante todo o fim de semana, com reforço das equipes operacionais e dos canais de atendimento para ocorrências que envolvam o fornecimento de energia nos 66 municípios atendidos pela empresa.

“O plano prevê a mobilização de até três vezes o número de equipes em campo e o reforço de todos os canais de atendimento, incluindo o call center, que poderá ter a capacidade dobrada em casos de um evento climático severo. Desde a manhã desta sexta-feira (19), a empresa tem realizado ações de comunicação direta com os clientes cadastrados, incluindo o envio de e-mail para alertar a população sobre os riscos das chuvas. A distribuidora tem mantido diálogo também com as principais autoridades estaduais e dos municípios de sua área de concessão.” informou a concessionária.

To Top