Política

Prefeitura de Niterói envia para Câmara PL que cria mais um parque natural

Espaço será no Morro do Morcego, em Jurujuba e ganhará nome da ambientalista Dora Hees de Negreiros | Foto: Leonardo Simplicio

Niterói vai ganhar mais uma área verde para a preservação ambiental da cidade. O projeto de lei para a criação do Parque Natural Municipal do Morro do Morcego Dora Hees de Negreiros foi enviado na última segunda-feira (19) para votação na Câmara Municipal. O objetivo é criar no local, que fica em Jurujuba, uma estrutura com um centro de visitantes, restaurante e pontos de observação de uma paisagem que é reconhecida pela Unesco como patrimônio da humanidade.

O novo parque vai proteger o patrimônio natural, paisagístico e cultural da região, além de ter um grande potencial para o desenvolvimento do ecoturismo com sustentabilidade. O município já formou uma comissão composta por técnicos de várias áreas da Prefeitura e representantes da sociedade civil com o objetivo de planejar como será o Parque Natural Municipal do Morro do Morcego Dora Hees de Negreiros. O espaço, com 24 hectares, ganhou o nome da renomada engenheira química e ambientalista com longa trajetória em gestão ambiental exercida junto a órgãos governamentais do Rio de Janeiro. Dora Hees de Negreiros, falecida em 2016, foi fundadora da Fundação Estadual de Engenharia do Meio Ambiente (Feema) e do Instituto Baía de Guanabara (IBG) e dedicou sua vida às causas ecológicas.

O prefeito de Niterói, Axel Grael, ressaltou a homenagem, “Dora era uma presença marcante que extrapolava a dimensão profissional e da militante ambientalista. Tinha uma rara capacidade de combinar firmeza de posição e ternura. Liderava com naturalidade e tinha um jeitinho próprio e eficiente de negociar. Uma das coisas que eu mais apreciava no convívio com a Dora era ouvir seus relatos sobre a evolução das políticas ambientais e de saneamento, muitas das quais tinha sido protagonista ou testemunha pessoal, desde os tempos do antigo estado do Rio de Janeiro, com a sua capital em Niterói”.

O gesto da Prefeitura de Niterói em dar o nome da ambientalista ao parque foi vista com carinho e emoção pela família. “É com enorme orgulho que toda a família de Dora – saudosa mãe, avó, tia, irmã, prima, amiga, parceira e exemplo para tantos, recebe esta emocionante homenagem da cidade de Niterói, em que nasceu há exatos 89 anos, a se completarem no dia deste natal. O sentimento que nos faz visitar é o de que o amor que exalava pela Baía, parte do qual sob virtuosa parceria com o sempre querido Axel, restará muito bem representado neste novo parque do Morro do Morcego que, há tanto, se impõe “vigilante” na paisagem de quem a observa aqui do “nosso” lado. De algum lugar, hoje abrirá mais um daqueles sorrisos, singelos e fortalecedores, que disseminava entre os que se dedicam às suas águas.”, declarou Alexandre Negreiros, filho de Dora.

De acordo com o secretário de Meio Ambiente, Recursos Hídricos e Sustentabilidade, Rafael Robertson, a vista a partir do Morro do Morcego precisa ser utilizada para o turismo e desfrutada pela população de Niterói. “A criação do parque público irá preservar essa joia da nossa cidade que é o Morro do Morcego. Transformar áreas verdes em parques é uma forma de aliar preservação ambiental, com respeito às características naturais e das comunidades locais, ao seu uso sustentável, proporcionando o acesso da população e a implantação de atividades de educação ambiental. Outro fator importante é que o novo parque será criado numa área de grande potencial para o ecoturismo, atividade que aproxima a população da natureza, impulsiona a economia local e gera renda”, explicou.

To Top