Educação

Educação de Niterói traça metas para 2023

Entre as ações previstas estão um programa para minimizar as perdas da pandemia e inauguração de novas escolas | Foto: Douglas Macedo

O ano de 2023 vai ser de muitas novidades na rede municipal de ensino de Niterói. Entre as ações previstas, estão a implementação de um programa de reorientação das aprendizagens para minimizar as perdas provocadas pela pandemia, a inauguração de novas escolas e a continuidade das obras de climatização, telefonia e internet nas unidades escolares.

De acordo com o secretário de Educação, Lincoln Araújo Santos, o próximo ano também será marcado pelo investimento no aprimoramento da gestão educacional. “O pedagógico é o coração pulsante da Secretaria de Educação e para que ele vá bem, estamos buscando um equilíbrio como os setores administrativos e de planejamento. Assim, ajudamos a Gestão Municipal a planejar a cidade, numa confluência de políticas públicas que têm como centro a qualidade de vida em Niterói. Com a publicação do nosso referencial curricular, agora temos para o ano de 2023 a tarefa de implementá-lo. Grande parte das ações pedagógicas para o próximo ano terão como centro os referenciais”, detalha.

Avaliações sobre 2022

O ano de 2022 foi marcado pela saída da fase mais aguda da pandemia, com a volta do ensino 100% presencial. O retorno às salas foi marcado por alegrias, mas também apontou dificuldades na adaptação de muitas crianças. Como conta o secretário, o ano foi dedicado a escutar e procurar saídas conjuntas para os problemas apresentados.

“Uma coisa que aprendemos nessa retomada das atividades, é que a arte e a cultura nos fortalecem e nos ajudam a restabelecer os laços do convívio social e dos afetos. Nesse sentido, investimos bastante na possibilidade de nossos estudantes e educadores poderem viver juntos essas imersões estéticas (atividades culturais e artísticas). Num plano mais concreto de atuação, podemos dizer, que o que conquistamos esse ano, foi um aprimoramento dos instrumentos de gestão. Temos investido em processos de geração e organização de dados e em uma relação mais orgânica com as outras secretarias para a construção de ações intersetoriais”, afirma o secretário.

Outro ganho da rede em 2022, segundo ele, foi o aprimoramento do processo de matrícula a partir da criação de um grupo de trabalho com participação das escolas, que garantiu etapas transcorrendo de modo mais tranquilo, e a entrega dos novos referenciais curriculares da rede. “Enfim, muito do que fazemos em educação, só pode ser percebido a médio e longo prazo, mas estamos muito confiantes de que as ações que desenvolvemos este ano, nos consolidam como uma rede organizada e que se estrutura organicamente em torno de práticas educativas de qualidade socialmente referenciada”, finaliza.

To Top