Polícia

Polícia realiza operação em Niterói e São Gonçalo contra quadrilha de estelionatários

Divulgação

Policiais civis da 38ª DP (Brás de Pina) realizaram, nesta terça-feira (06), uma operação contra uma organização criminosa acusada de diversos estelionatos. A ação teve como objetivo cumprir 16 mandados de prisão preventiva e 28 mandados de busca e apreensão nos municípios de São Gonçalo e Niterói e contou com o apoio de outras delegacias do Departamento-Geral de Polícia da Capital (DGPC) e do Departamento-Geral de Polícia do Interior (DGPI), além de policiais militares. No total, 11 pessoas foram presas.

Os alvos estavam sendo investigados há seis meses. Por meio de levantamentos sistêmicos, diligências de campo e medidas cautelares, foi possível delinear o modus operandi do grupo criminoso, bem como identificar seus membros e a divisão de tarefas. Eles contraiam empréstimos fraudulentos em nome de suas vítimas, em grande parte idosos e pessoas de pouca instrução. A 38ª DP estima que mais de 100 pessoas foram enganadas pelo grupo, que teve cerca de R$ 6 milhões de lucro com o golpe.

Divulgação

As vítimas eram contatadas sob a alegação de que havia valores residuais a receber do INSS, ou outros subterfúgios semelhantes. Essas pessoas compareciam ao escritório da quadrilha e forneciam dados que eram utilizados na abertura de contas digitais, que permaneciam sob o controle dos estelionatários. A partir disso, eram feitas diversas movimentações bancárias, que incluíam contratação de empréstimos.

Divulgação

O grupo continuava em atividade mesmo depois de ter sido alvo de uma ação anterior, quando os agentes cumpriram busca e apreensão em um escritório da empresa em um centro empresarial em Alcântara, no município de São Gonçalo. Na época, imagens de câmeras de segurança do edifício captaram várias autoras dos golpes deixando o local quando os policiais se aproximavam da edificação para cumprir as ordens judiciais.

To Top