Educação

Crianças de Niterói sugerem propostas à ONU

Foto: Alessandra Nóbrega

Crianças de Niterói sugerem à ONU propostas para a construção de cidades mais humanas, amorosas, sustentáveis e inteligentes. O que a Organização das Nações Unidas e os alunos de uma escola em Niterói têm em comum? Uma COP 27 para chamar de sua. No dia 3 de dezembro, crianças do 4º e 5º ano do ensino fundamental da Escola Cultural Mosaico, na Região Oceânica de Niterói, vão tornar pública e colocar em prática uma simulação de conferência da ONU, tratando das mudanças climáticas e seus desafios globais, a partir do Objetivo de Desenvolvimento Sustentável (ODS) 13 – Ação contra a mudança global do clima.

Foto: Alessandra Nóbrega

Entre essas deliberações estão as relativas à conservação ambiental, que devem ser encaminhadas, por meio de carta, ao Alto Comissariado da ONU para o Meio Ambiente, com observações sobre cidades mais sustentáveis e inteligentes, como a nossa cidade de Niterói. Essas sugestões foram compiladas por “representantes de vários países”, participantes da COP 27, promovida pela Mosaico com seus alunos.

Todas as sugestões são resultado do Projeto Niterói, criado pela escola com o objetivo de formar e exercitar a cidadania desde a primeira infância. Para tanto, uma cidade foi montada em seus mais variados ambientes e patrimônios histórico-culturais materiais e imateriais, trabalhando desde o sistema monetário através da Moeda Mosaico, até a cultura com representações dos museus MAC e Janete Costa, além do Theatro Municipal, todos com programações próprias.

“Fizemos várias rodas de discussão para cada área do conhecimento e, como resultado, temos a visão da criança sobre a cidade e o mundo no qual faz parte. A criança produz cultura e falas que precisam ser ouvidas e levadas em consideração, pois ela pode e deve participar da construção da realidade no qual está inserida”, explica Elga Baldez, diretora pedagógica da escola.

Foto: Alessandra Nóbrega

Dentro dessa proposta, o “MAC Mosaico” mostrará uma exposição que tem como tema os “povos originários” que formam a nossa cultura. Uma das iniciativas que partiram do Projeto Niterói foi a criação de uma horta orgânica comunitária, atendendo o ODS 12 – Consumo e produção responsáveis – colaborando com toda a comunidade do Tibau e que será inaugurada no dia 03 de dezembro em frente a unidade educacional. Afinal, um mundo melhor para todos, a gente começa a construir desde cedo, dentro e no entorno de cada um de nós, não é mesmo? Essas crianças são a prova disso.

To Top