Geral

Lei Seca dobra o número de equipes nas ruas

Aconteceu nesta quinta-feira (17) a cerimônia de comemoração do 13º aniversário da Operação Lei Seca, na Praça da Cinelândia, no Centro do Rio. Durante o evento, foi anunciada a expansão do programa, ampliando o número de equipes de 15 para 30 e de agentes de 261 para 347, incluindo policiais militares e agentes civis. A operação terá também mais seis vans e oito motocicletas novas em sua frota.

Outra novidade que tem reforçado a atuação da Operação Lei Seca nos últimos meses é o uso das câmeras portáteis (body cams). Atualmente, 96 equipamentos são utilizados nas blitzes.

Câmeras portáteis | Fotos: Carlos Magno

Durante os 13 anos da Operação Lei Seca, mais de 3 milhões de motoristas foram abordados em cerca de 28 mil blitzes realizadas em todo o estado. O programa retirou das ruas mais de 200 mil motoristas que dirigiam embriagados. Segundo levantamento do Dossiê de Trânsito, feito pelo Instituto de Segurança Pública (ISP), comparando os mesmos períodos dos anos de 2019 e 2021, houve redução de 40% no número de vítimas fatais e não fatais em acidentes de trânsito no Estado do Rio de Janeiro.

Conscientização

A operação também realizou quase 20 mil ações de conscientização nas ruas, eventos, bares e restaurantes, além de palestras em escolas, universidades e empresas de todo o estado. A equipe de educação inclui pessoas com deficiência (PCDs), vítimas de acidentes de trânsito provocados pela mistura de álcool e direção. Eles atuam conscientizando os motoristas e reforçando a mensagem da Operação: “Nunca dirija depois de beber”.

To Top