Niterói treina motoristas de ônibus para enfrentarem o assédio
Geral

Niterói treina motoristas de ônibus para enfrentarem o assédio

Nesta segunda (14) e terça-feira (15), a Coordenadoria de Políticas e Direitos das Mulheres (Codim), em parceria com a equipe de Educação para o Trânsito da NitTrans, realizou uma capacitação com os motoristas de ônibus para atuarem no enfrentamento ao assédio nos transportes públicos. A ação ocorreu no auditório da Garagem do Pendotiba, em Várzea das Moças. No primeiro dia, 40 motoristas passaram pelo treinamento. A Prefeitura de Niterói segue com ações especiais no Mês da Mulher.

Fotos: Berg Silva

A secretária de Políticas e Direitos das Mulheres, Fernanda Sixel, reforçou a importância dessa capacitação para enfrentar o assédio dentro dos coletivos. “O Treinamento Lilás já formou todos os operadores de trânsito que estão aptos a reconhecer uma situação de violência contra a mulher fornecendo a orientação e a intervenção necessária. Agora, em conjunto com a Nittrans, estamos formando os motoristas de ônibus visando o enfrentamento ao assédio e a importunação sexual, crimes ainda naturalizados na nossa cultura. É um processo e nós estamos avançando na garantia dos direitos femininos”, destacou a secretária.

A chefe do departamento de Educação Para o Trânsito da Nittrans, Priscilla Rocha, comenta que as medidas são essenciais para o enfrentamento à violência contra a mulher. “A ideia de realizar o Treinamento Lilás com motoristas de ônibus surge da necessidade de levar informação e conscientização sobre as formas de violência contra a mulher aos motoristas de ônibus que trabalham diariamente no trânsito. Local onde é recorrente o assédio sexual. Após estarem capacitados, os motoristas estarão prontos para se tornar parte da rede de enfrentamento à violência contra a mulher”, afirma Priscilla.

A Codim vem capacitando seus servidores para atuarem no combate à violência contra a mulher e auxiliar no acolhimento das vítimas. Até o momento, 110 Guardas Femininas passaram pelo curso. Em março, será a vez dos Guardas Masculinos também participarem da capacitação. O objetivo é ter um olhar especializado no atendimento às mulheres vítimas de agressão, além de conhecerem a Rede de Enfrentamento à Violência contra a Mulher na cidade e os órgãos parceiros para possível encaminhamento da vítima.

To Top
Secured By miniOrange