Primeira formatura do Niterói Jovem EcoSocial será nesta terça - Niterói
Cidade

Primeira formatura do Niterói Jovem EcoSocial será nesta terça

Programa é desenvolvido pela Prefeitura através do Pacto Contra a Violência e realizado em parceria com a Firjan atendendo a mais de 370 jovens da cidade

Nesta terça-feira (19), o Teatro Municipal de Niterói será palco para a primeira formatura de alunos do Jovem EcoSocial. No total, 372 participantes do projeto receberão os certificados. Por conta da pandemia do coronavírus, a cerimônia será realizada em mais três datas que acontecerão até dezembro. O Jovem EcoSocial começou em outubro de 2019 e atende a jovens com idades de 16 a 24 anos, de 11 comunidades de Niterói.

O programa, desenvolvido pela Prefeitura de Niterói através do Pacto Contra a Violência e realizado em parceria com a Firjan, visa a promover a inclusão social de forma qualificada, desenvolver habilidades sociais e competências profissionais, por meio de capacitação técnica profissionalizante.

Em contrapartida, os alunos atuam em ações da Prefeitura, em áreas como reflorestamento, manutenção de recursos hídricos, ações preventivas de queimadas, de Defesa Civil e atividades visando à manutenção e à sinalização de trilhas da cidade. Até agora, eles são responsáveis pelo plantio de mais de cinco mil mudas de árvores na cidade. Durante o projeto, eles recebem uma bolsa-auxílio de R$ 750.

Morador da São José, no Fonseca, Lucas Martins, 18 anos, será um dos 93 alunos que estarão nesta primeira formatura. Ele é aluno do curso de mecânica de motos e, atualmente, já atua em uma oportunidade como Jovem Aprendiz. “A participação neste projeto foi muito importante, tive a chance de fazer um curso de capacitação e aprendi muitas coisas nas atividades que participamos, como os plantios, a sinalização das trilhas e as ações na Defesa Civil, além disso a bolsa-auxílio também ajudou bastante neste período. Estou olhando para o meu futuro com mais confiança ainda”, conta entusiasmado.

O secretário municipal de Participação Social, Anderson Pipico, destaca que o projeto oferece aos jovens a oportunidade de uma nova perspectiva de vida, uma vez que reúne a formação e a capacitação profissional e o trabalho de campo trabalhando a consciência crítica, além da consciência ambiental, do compromisso desses jovens com o território onde vivem e os tornando agentes multiplicadores em suas comunidades. “A formatura dos primeiros jovens do Niterói Jovem EcoSocial é um marco na implementação de políticas públicas de capacitação e inclusão social. Estou muito feliz em poder contribuir com a vida desses alunos de forma efetiva, oferecendo novas perspectivas e possibilidade da inserção no mercado de trabalho. Isso é um dos maiores ganhos e o legado que esse projeto deixa”, afirma.

To Top