Academias de ginástica e bares reabrem em Niterói

Após quatro meses, as academias de ginástica reabriram a partir desta segunda-feira (20) em Niterói, na Região Metropolitana do Rio. Os bares também podem voltar a funcionar.

Regras para reabertura dos bares – O espaço interno dos estabelecimentos deverá ser organizado com mesas com distanciamento de dois metros, e a taxa de ocupação deve respeitar o limite de 50% de número total de mesas. Não será permitida a movimentação de mesas. Balcões compartilhados deverão ser interditados e não será permitido o consumo em pé. O uso de máscara também é obrigatório. Elas só poderão ser retiradas pelos clientes que estiverem nas mesas.

Está proibido o consumo durante a espera por mesa. Os clientes devem ser organizados em fila, garantindo o distanciamento de dois metros em espaço fechado e 1,5 metro em espaço aberto, com demarcação no piso. Além disso, é obrigatório o uso de máscara enquanto aguarda o atendimento. As calçadas externas deverão ter marcação no chão, garantindo distanciamento de 1,5m em caso de fila para entrada. Para evitar aglomeração, o estabelecimento deve destacar pelo menos um agente de desaglomeração para atuar na organização da fila de espera.

Além disso, os bares deverão disponibilizar álcool 70% para o público e os colaboradores, em locais estratégicos e de fácil acesso, fornecer equipamentos de proteção individual (EPI) aos colaboradores e checar a temperatura de funcionários e clientes que ingressarem no estabelecimento. Na entrada do estabelecimento deverão ser disponibilizados tapetes sanitizantes ou similares, para higienização das solas dos sapatos dos clientes. Mesas e cadeiras deverão ser higienizadas a cada troca de cliente.

Protocolo para academias – A primeira fase da reabertura de academias de ginástica, nesta segunda-feira (20) determina que os estabelecimentos tenham ocupação máxima de 50% a cada 9 metros quadrados por pessoa, para garantir o distanciamento mínimo de 2 metros. Na entrada, será obrigatória a disponibilização de tapetes sanitizantes para higienização das solas dos calçados, álcool em gel para higienização das mãos e aferição de temperatura. Todos os ambientes deverão exibir cartazes informativos sobre a lotação máxima permitida. Os aparelhos de ginástica deverão ser higienizados com álcool 70% e papel toalha a cada uso. Os banheiros não poderão ser usados para banho.

A partir de 1º de agosto, começa a segunda fase de funcionamento das academias, quando serão liberadas as aulas coletivas com o máximo 30% dos alunos. O uso da piscina será autorizado com regras específicas. Os chuveiros serão liberados para banho, principalmente para usuários das piscinas. Todas as regras e protocolos sanitários foram publicados no Diário Oficial do Município.

Foto: Arquivo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *