Cervejaria niteroiense conquista quatro medalhas no Concurso Brasileiro de Cervejas

A noite da última terça-feira (12) foi de festa para a cena cervejeira niteroiense. A Cervejaria Noi, umas das pioneiras no segmento artesanal em Niterói, conquistou quatro medalhas na sétima edição do Concurso Brasileiro de Cervejas (CBC), que aconteceu em Blumenau, em Santa Catarina, e se consagrou como a maior premiada do estado do Rio de Janeiro. A Noi Passione, uma Belgian Strong Ale, ficou com o ouro como a melhor Wood-and Barrel-Aged Sour Beer. A Noi Bárbara levou a prata no estilo American-Style Barley Wine Ale. Já a Noi Sicilia, uma Witbier, e a Noi Cioccolato, do estilo Russian Imperial Stout, ficaram com o bronze nas categorias Herb and Spice Beer e Chocolate or Cocoa Beer respectivamente. A competição antecede o Festival Brasileiro de Cervejas, que acontece de 13 a 16 de março, no Parque Vila Germânica, em Blumenau (SC).

“Estamos muito felizes com este reconhecimento em uma competição tão importante. Nós fazemos estas receitas com muito carinho e dedicação. Queremos entregar a melhor cerveja possível para nosso público, mas é claro que ser bem avaliado por especialistas é uma satisfação enorme. O CBC tem, além dos juízes nacionais, diversos representantes das principais escolas cervejeiras do mundo”, ressalta Bárbara Buzin, sommelier de cervejas e diretora da Cervejaria Noi.

Divulgação

“O orgulho é inegável, claro. A cervejaria Noi tem quase 50 prêmios nesta caminhada de oito anos. A Passione que ganhou o ouro aqui, ficou com a prata no European Beer Star 2018, uma das principais competições do mundo, e com a platina, prêmio principal do Mondial de La Bière 2017 (RJ). A Bárbara foi ouro na Copa das Cervezas da America 2016 e no Mondial de La Bière 2017 (RJ). Já a Cioccolato foi ouro no Mondial de La Bière 2016 (RJ), entre outras medalhas. Só posso dizer que este ano teremos alguns lançamentos que prometem bastante”, adianta Guilherme Zanin, mestre cervejeiro da cervejaria niteroiense.

 

Na Foto: Bárbara Buzin e Guilherme Zanin / Divulgação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *