Polícia

Irmã de ex-jogador é presa por venda de ingressos falsos para camarote na Sapucaí

Lívia Moura é investigada por estelionato / Foto: Reprodução

A Polícia Civil RJ prendeu, nesta terça-feira (13/02), Lívia Moura, acusada de vender entradas falsas para camarotes na Sapucaí. A investigação teve início quando lesados procuraram a 19ª DP (Tijuca) para denunciar o golpe. Lívia é irmã do ex-jogador Léo Moura.

Segundo as vítimas, a autora cobrava R$ 5 mil no ingresso para duas pessoas. As diligências foram realizadas em conjunto com a delegacia temporária do Sambódromo, a projeção da 6ª DP (Cidade Nova).

 

De acordo com os relatos, ela garantia que os nomes dos compradores seriam colocados numa lista de convidados. No entanto, ao chegarem no local, descobriam se tratar de um golpe.

Com o avançar das investigações, a Polícia Civil representou pela prisão temporária da acusada, que foi deferida pela Justiça. A ação é parte da “Operação Carnaval Seguro”.

To Top