Geral

Prefeito de Niterói vistoria obras da rotatória de Camboinhas

Projeto Rotatória Camboinhas

De acordo com a prefeitura, a iniciativa tem como objetivo promover melhorias na mobilidade urbana para a entrada do bairro e também no fluxo em direção a Piratininga. O projeto prevê a remodelação e ampliação do atual acesso ao bairro de Camboinhas, com a construção de uma rotatória expandida sobre uma área que já foi desapropriada pelo Município. Essa rotatória será feita nos mesmos moldes da que existe na Avenida Francisco da Cruz Nunes, no acesso à Avenida Central. Na manhã desta quinta-feira (19), o prefeito de Niterói, Axel Grael, na companhia de secretários, vistoriou a obra que está em andamento. (Em vídeo abaixo o prefeito fala sobre o andamento da obra)

Projeto Rotatória Camboinhas

A prefeitura informou que nesta nova área será construída uma estação de ônibus, uma praça, com novo paisagismo e iluminação, além de uma área destinada para a implantação de um parque para cães (Parcão) e bicicletário. As intervenções permitirão também a conexão das ciclovias de Piratininga, da entrada de Camboinhas e do Parque Orla Piratininga.

Projeto Rotatória Camboinhas

O investimento é de R$ 15 milhões. O secretário municipal de Urbanismo e Mobilidade, Renato Barandier, enfatiza que esta é uma obra aguardada pelos moradores da Região Oceânica e que o projeto foi apresentado aos moradores por meio de reuniões. “O projeto prevê o alargamento dessa rotatória para uma rotatória expandida, que terá a ampliação dos raios permitindo um fluxo maior de carros já que será duplicada de uma para duas faixas, proporcionando redução no conflito viário nesta área, principalmente nos dias de maior movimento por conta das praias. Vamos melhorar a acessibilidade e mobilidade a esses dois bairros. As estações de ônibus funcionarão neste novo espaço sem interromper o fluxo de trânsito e faremos, ainda, a conexão das ciclovias, além do alargamento das calçadas, gerando maior mobilidade e acessibilidade para todos: motoristas, ciclistas e pedestres”, explicou o secretário.

To Top