Polícia

PF deflagra operação Arcanjo VII, em Niterói

O objetivo da operação é reprimir o compartilhamento e a posse de imagens (fotos/vídeos) com conteúdo de abuso sexual infantil.

Na manhã desta quarta-feira, 04/01, a Polícia Federal, com apoio da Polícia Militar, deflagrou a operação Arcanjo VII, com objetivo de reprimir o compartilhamento e a posse de imagens (fotos/vídeos) com conteúdo de abuso sexual infantil.

Na ação de hoje, 12 (doze) policiais federais e 8 (oito) policiais militares do 12º BPM, com apoio da área de inteligência do CISP – Centro Integrado de Segurança Pública de Niterói, cumprem dois mandados de busca e apreensão, expedidos pela 2ª Vara Federal de Niterói – RJ, em residência localizada em área de risco no município de Niterói – RJ.

O inquérito policial foi instaurado a partir de investigações realizadas pelo Grupo de Repressão a Crimes Cibernéticos e ao Abuso Sexual Infantojuvenil da Delegacia de Polícia Federal em Niterói, que identificou, através de ferramentas de investigação, a prática de crimes tipificados no Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) pelo suspeito.

O investigado responderá pelos crimes previstos nos artigos 241-A (compartilhar) e 241-B do ECA (possuir) e, se condenado, pode pegar até 10 anos de prisão.

O nome da operação se inspirou em Gabriel Arcanjo, considerado por diversas religiões como o Anjo protetor das crianças.

To Top