Cidade

Espaço Cantareira é desapropriado e será transformado

Foto: Douglas Macedo

O prefeito Axel Grael assinou a desapropriação da Estação Cantareira, imóvel histórico em São Domingos, na Zona Sul de Niterói. O local vai sediar um Distrito Criativo que vai promover o desenvolvimento de atividades de Economia Criativa, e terá uma Escola para formação e capacitação com destaque para o audiovisual e a gastronomia. O Decreto Nº 14.645/2022 foi publicado no Diário Oficial do Município e declara o imóvel como de utilidade pública.

Assinatura da desapropriação da Cantareira | Foto: Lucas Benevides

“Estamos retomando a Cantareira para a população de Niterói. Vamos transformar a Estação, que tem um imenso valor histórico, em um Distrito Criativo, um local de formação e capacitação, entretenimento e lazer, com organização. Vai ser um polo de atividades da Economia Criativa, que é uma vocação do bairro”, destaca Grael.

O prefeito ressaltou que a Estação Cantareira já conta com uma cozinha industrial de excelência, propícia para cursos de cozinha, culinária, sommelier e afins. A opção pelo fomento ao audiovisual, por sua vez, dialoga diretamente com o bairro, onde estão localizadas a Faculdade de Cinema da Universidade Federal Fluminense (UFF) e o futuro Museu do Cinema Brasileiro.

“O objetivo é potencializar o acesso da população às novas tecnologias, fomentar o turismo na região, formar e capacitar mão de obra qualificada e propiciar o surgimento de novos negócios ligados à Economia Criativa”, frisa o secretário municipal de Ações Estratégicas, André Diniz.

Segundo o secretário Municipal de Urbanismo e Mobilidade, Renato Barandier, ao longo dos próximos dois anos, a Região Central da cidade vai receber investimentos e melhorias. “Essa é uma iniciativa fundamental para requalificação do Centro de Niterói. O Projeto Centro 450, em andamento, prevê uma série de investimentos para a Região Central nos próximos dois anos, buscando reverter o esvaziamento populacional e econômico que a região vem sofrendo nos últimos anos. A recuperação dessa edificação histórica, pelo município, vai gerar um efeito positivo em todo o entorno que, junto com as obras de urbanização, será responsável pela transformação do bairro”.

Tombada por meio da Lei nº 1.063/92, a Estação faz parte do conjunto arquitetônico e histórico do Bairro de São Domingos. A desapropriação também impulsiona a revitalização e valorização do patrimônio material de São Domingos. O desenvolvimento desse projeto vem sendo realizado em conjunto com a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO). Também estão sendo realizadas as desapropriações do Castelinho do Gragoatá e a do imóvel localizado na Av. Visconde do Rio Branco, 897.

O Distrito Criativo também vai dialogar com o Ecossistema de Inovação que terá sede em São Domingos e possui como um dos eixos estratégicos justamente a Economia Criativa.

To Top