Gastronomia

Cervejaria de Niterói é destaque no Mondial de La Bière Rio

Foto: Bruno de Lima

Até o dia 11 de dezembro, a Masterpiece, conhecida como a cervejaria mais sustentável do mundo, estará num dos maiores eventos de cervejas artesanais do Brasil, o Mondial de La Bière Rio. São 18 torneiras em um estande de 18m², com uma peculiaridade: à exceção da Pilsen, todas as cervejas foram premiadas em concursos nacionais e/ou internacionais. “Queremos que o público tenha uma experiência única ao ter a oportunidade de provar justamente nossas cervejas premiadas, nem sempre ao alcance de todos”, afirma André Valle, CEO da Cervejaria Masterpiece.

Outra novidade deste ano será o lançamento, no Rio de Janeiro, das latas com a tecnologia de impressão Ball Digital Printing. Para isso, a Ball, maior fabricante de latas de alumínio do mundo, escolheu a Masterpiece para divulgar a novidade. A nova tecnologia permite impressão com qualidade fotográfica numa infinidade de cores em latas para bebidas. O resultado disso é uma lata sustentável de alumínio, com qualidade fotográfica na palma da mão do consumidor. “Estamos muito animados por terem nos escolhido para lançar esta tecnologia no Brasil. Isso reforça nosso compromisso com a sustentabilidade e inovação”, conclui André.

Masterpiece | latas com a nova tecnologia

Serão lançados durante o evento quatro rótulos com a tecnologia Ball Digital Print, inspirados em obras icônicas de artistas renomados:

  • Antônio Parreiras – inspirado nas obras de Antônio Parreiras, considerado o maior pintor niteroiense de todos os tempos, o rótulo da versão Catharina Sour com Amora, que traz coloração vermelha intensa, sabor marcante e espuma rosada e cremosa, retrata uma de suas obras, que explora paisagens naturais, datada de 1892, com técnica de óleo em tela, inclusive em exposição no museu que leva seu nome, em Niterói.

 

  • Byron Randall – uma Califórnia Common, com notas de malte levemente tostado no sabor e lupulagem assertiva, entregando um amargor bem inserido e presente, trazendo em seu rótulo a obra do artista homenageado, americano da Costa Oeste, conhecido por suas pinturas e gravuras expressionistas. O rótulo retrata a obra em homenagem a famosa Golden Gate Bridge, em São Francisco.

 

  • Wuthering Heights – esta English Bitter, que apresenta notas de caramelo, biscoito e tostado com alto drinkability, amargor médio com predominância dos lúpulos terrosos e uma longa maturação, ilustra a obra “Morro dos Ventos Uivantes”, famoso romance inglês de Emily Brontë, pintada por Antônio Machado, artista plástico desde os anos 70. Seus quadros se encontram em acervos públicos e particulares no Brasil e exterior.

 

  • Charlotte – finalizando com chave de ouro, a Catharina Sour com Jabuticaba é refrescante e apresenta um equilíbrio entre o dulçor da fruta e a acidez característica do estilo. Ela estrela em seu rótulo a obra do artista egípcio Mohamed Helal, o skyline da cidade de Charlotte, capital da Carolina do Norte, nos EUA.
  • Todos as versões contam com premiações nacionais e/ou internacionais.

Premiações nacionais e internacionais

A marca também acaba de conquistar 10 medalhas em um dos concursos mais importantes do país, o Brasil Beer Cup 2022. As Medalhas de Prata foram para os rótulos Weiss Rauchbier, English Pale Mild Ale, Rye Ale; Já as cervejas Jan Matejko (Pale Schoeps), Queen Elizabeth I (English Pale Ale), Bière de Garde, Imperial Red Ale, Scottish Light Ale, Smoke Porter e Rye Beer foram premiadas com Medalhas de Bronze.

Masterpiece na Região Oceânica de Niterói | Foto: Diogo Prado

Durante quatro dias, jurados de 18 países avaliaram de forma técnica todos os aspectos de qualidade sensorial das amostras enviadas por 325 cervejarias do Brasil e do mundo. É a segunda vez que a Masterpiece participa do concurso – em 2021, a marca levou 7 medalhas para casa, além do título de cervejaria do ano.

No concurso Copa Cervezas de América 2022, que celebra sua nona edição, a cervejaria foi premiada com Medalha de Prata pela Van Gogh, sua famosa Dark Sour com mirtilo e framboesa, que acumula 8 prêmios dentro e fora do Brasil. Já no disputado concurso internacional Craft Beer Awards 2022, de Londres, a cervejaria conquistou nada menos que sete premiações, com 5 medalhas de ouro e outras 2 de bronze.

Ainda no exterior, as últimas premiações aconteceram no celebrado The International Beer Challenge, importante concurso que acontece em Londres. Durante o evento, foi concedido o título de Cervejaria Mais Elogiada da América do Sul à Masterpiece, além das cervejas que também foram premiadas: Jan Matejko (Pale Schoeps / Medalha de Prata), Catharina Sour com Jabuticaba (Medalha de Prata), Dortmund (Adambier / Medalha de Bronze), Catharina Sour com amora (Medalha de Bronze) e Manet (Blond Ale com Goiaba / Medalha de Bronze). No Brussels Beer Challenge, a medalha de bronze foi para a Catharina Sour com jabuticaba. Com esses resultados, a Masterpiece soma 57 medalhas nacionais e internacionais em menos de 3 anos.

“A importância das medalhas para a Masterpiece está relacionada com nosso compromisso com a inovação e a qualidade. Participando dos concursos podemos criar novos benchmarks e desta forma estar sempre investindo em melhoria contínua e novos processos, de forma que possamos ser conhecidos por um público cada vez maior, de Niterói para o mundo. É um processo árduo, porém muito gratificante” – garante André.

To Top