Justiça

Júri em Niterói decide se pastora Flordelis é culpada por morte de marido

Em vídeo na cadeia, Flordelis acusa pastor de abusos sexuais. Relatos serão levados ao júri nesta segunda | Foto: Reprodução

A juíza Nearis dos Santos Carvalho Arce, da 3ª Vara Criminal de Niterói, antecipou o julgamento da ex-deputada e pastora evangélica pentecostal, Flordelis, para hoje, 7 de novembro, a partir das 9h. O júri estava marcado para começar no dia 12 de dezembro, mas teve a data alterada devido à realização das duas semifinais da Copa do Mundo da Fifa, nos dias 13 e 14.

Além da pastora evengélica Flordelis, serão julgados também, nesta segunda (07), os filhos Marzy Teixeira da Silva, André Luiz de Oliveira e Simone dos Santos Rodrigues, e a neta Rayane dos Santos Oliveira. Eles são acusados da morte do pastor Anderson do Carmo, marido da Flordelis, executado a tiros em junho de 2019.

A antecipação do julgamento foi concedida a pedido da assistente de acusação. “Verifica-se que nos dias 13 e 14 de dezembro serão realizadas as duas semifinais da Copa do Mundo da FIFA, da qual poderá participar a seleção brasileira de futebol, gerando a possibilidade a restar a sessão de julgamento inviabilizada, diante da sua provável extensão por mais de um dia, inclusive, além da provável decretação de ponto facultativo, como se deu em oportunidades anteriores”, escreveu a magistrada em sua decisão.

To Top