Cultura

Centro de Memória da Fazenda de Niterói é inaugurado

Exposição mostra a história da arrecadação de tributos no país e tem como destaque maquete restaurada do Palácio Arariboia | Foto: Alex Ramos

Para comemorar o Dia do Servidor Fazendário, a Secretaria Municipal de Fazenda de Niterói (SMF) inaugurou, nesta sexta-feira (04), o Centro de Memória da Fazenda, localizado no segundo andar do Palácio Arariboia, na Rua da Conceição, no centro da cidade, que no passado foi sede da Prefeitura e onde hoje funciona a SMF.

Foto: Alex Ramos

Desenvolvido em parceria com a Secretaria Municipal das Culturas (SMC) e com a Fundação de Artes de Niterói (FAN), o Centro de Memória da Fazenda tem os objetivos de resgatar a história da SMF e de colocar à disposição do público acervos que contam a evolução da coleta de tributos desde o Brasil Colônia, passando pela época do Império até o período da República, antes e depois da fusão com o estado da Guanabara. O Centro de Memória ficará aberto à visitação do público de segunda a sexta, das 10h às 16h.

A secretária municipal de Fazenda, Marília Ortiz, destacou que o Centro de Memória tem a função de aproximar a população da SMF. “Ele também recupera o caráter simbólico deste patrimônio cultural (Palácio Arariboia) tão importante para a cidade. É um prédio que existe desde 1910 e já foi sede da Prefeitura de Niterói. É um patrimônio histórico. Não pode ser um espaço fechado e distante da população. Fazer o Centro de Memória, recuperando a história da arrecadação de tributos e da Fazenda de Niterói, também dá um sentido para nossa atuação hoje. Não existe política pública sem a Secretaria de Fazenda, que é a responsável pela arrecadação de tributos e pelo gerenciamento destes recursos”, explicou Marília Ortiz.

Foto: Alex Ramos

O secretário municipal de Culturas, Alexandre Santini, ressaltou que o Centro de Memória é muito simbólico e significativo. “Com o Centro de Memória, estamos resgatando uma parte importante da história da cidade. A Prefeitura se organiza muito em função da questão dos tributos. É uma recuperação da memória deste local, o Palácio Arariboia. É uma recuperação da memória da administração pública da cidade. Tudo isso tem uma dimensão cultural. Estamos demonstrando que a cultura está presente de maneira transversal nas diversas políticas públicas. Também estamos potencializando esse prédio como um espaço onde podem acontecer atividades culturais”, afirmou Alexandre Santini.

Foto: Alex Ramos

O Centro de Memória da Fazenda possui documentos, objetos e fotos históricas sobre a arrecadação de tributos no país. Um dos maiores destaques da exposição é uma maquete restaurada do Palácio Arariboia. A curadora da exposição, a museóloga Telma Lasmar, disse que a concepção do trabalho foi traçar a trajetória da tributação no Brasil. “Começamos a narrativa com o Brasil Colônia. Passamos para o período imperial. Entramos no século 20 falando de Niterói como capital do estado do Rio de Janeiro. Finalizamos com a fusão com o estado da Guanabara, quando Niterói deixa de ser capital. Usamos imagens da Biblioteca Municipal, da Câmara de Vereadores, do Arquivo Nacional e da Biblioteca Nacional. Contamos uma história ilustrada. A peça de destaque é a maquete restaurada do Palácio Arariboia, que mostra todos os aspectos do prédio. A exposição resgata a história de Niterói por meio da sua tributação”, afirmou Telma Lasmar.

Foto: Alex Ramos

Dia do Servidor Fazendário

Desde 2021, a Secretaria Municipal de Fazenda comemora, em 4 de novembro, o Dia do Servidor Fazendário. Em cerimônia realizada no jardim do Palácio Arariboia, quatro servidores com 40 anos ou mais de trabalho na SMF foram homenageados com a “Moção de Aplausos”. A moção é uma honraria concedida pela Câmara de Vereadores a pessoas que contribuem para o desenvolvimento e promoção de Niterói.

Foto: Alex Ramos

A SMF também homenageou, com o Prêmio Reconhecimento Público 2022, cinco equipes da secretaria que se destacaram no cumprimento de tarefas e metas. Três ex-secretários de Fazenda de Niterói também foram homenageados: Moacir Linhares, Cesar Augusto Barbiero e Pablo Villarim. “É um dia de, além de valorizar a memória da Secretaria de Fazenda, valorizar as pessoas que construíram e constroem essa instituição”, pontuou a secretária Marília Ortiz.

Foto: Alex Ramos

Estiveram presentes no evento na SMF os secretários Luiz Paulino Moreira Leite (Desenvolvimento Econômico); Valéria Braga (Ciência, Tecnologia e Inovação); Anderson Pipico (Participação Social), Fernanda Sixel (Políticas e Direitos das Mulheres) e Roberto Teixeira (Defesa do Consumidor), além do procurador-geral de Niterói, Francisco Soares.

To Top