Polícia

Botão de emergência do Uber passa a funcionar em Niterói

Uber | Divulgação

A parceria entre a Secretaria de Estado da Polícia Militar do Rio de Janeiro e a Uber entrou em operação nesta primeira semana de outubro em mais nove municípios fluminenses: Niterói, São Gonçalo, Maricá, Itaboraí, Tanguá, Rio Bonito, Silva Jardim, Cachoeiras de Macacu e Teresópolis. A partir de agora, o botão “Emergência 190” já está disponível na tela do celular de passageiros e motoristas parceiros da empresa de transporte de aplicativo, assim que a corrida for confirmada.

Lançada em maio deste ano de forma experimental na Baixada Fluminense e estendida à capital do estado três meses depois, a integração do aplicativo com o Centro de Controle Operacional da Polícia Militar (CECOPOM), responsável pelo Serviço 190, possibilita o acionamento emergencial de viaturas da PM. Com a nova ferramenta, toda vez que um usuário ou motorista parceiro da Uber usar o botão para acionar o CECOPOM da PM por meio do aplicativo, os operadores do serviço de emergência vão automaticamente receber a localização em tempo real e os dados da viagem em que foi originada a chamada. Isso permite uma resposta ainda mais rápida e precisa da força policial, sem que seja necessário quem fez a chamada transmitir essas informações verbalmente ao atendente. Todas as informações – do veículo e sua localização, do usuário e do motorista – estarão expostas na tela do computador da central.

“Essa parceria está contribuindo muito para aumentar a sensação de segurança de usuários e motoristas da empresa de aplicativo nas áreas onde o sistema já está implantado. Agora, vai acontecer o mesmo nos municípios atendidos por quatro unidades operacionais da Corporação” afirma o secretário da SEPM, coronel Luiz Henrique Pires, referindo-se ao 12ºBPM (Niterói), 7ºBPM (São Gonçalo), 30ºBPM (Teresópolis) e 35ºBPM (Itaboraí). A integração com o 190 do Rio de Janeiro é a primeira do gênero feita pela Uber no Brasil.

A partir de agora, além da capital, 22 municípios estão integrados ao sistema. Esse tipo de integração tecnológica já é realizada em parceria com a RapidSOS em serviços de atendimento a emergências de mais de 1.200 cidades dos Estados Unidos e de 29 estados no México.

To Top