Meio ambiente

Um paraíso ecológico na Região Oceânica de Niterói

Foto: Leonardo Simplicio

Niterói sediará em novembro a cerimônia nacional de entrega do prêmio para praias e marinas de todo o país

Pelo segundo ano consecutivo, a Praia do Sossego, paraíso ecológico localizado na Região Oceânica de Niterói, foi premiada com a certificação internacional de sustentabilidade Bandeira Azul para a temporada 2022/2023. A praia foi aprovada novamente pelos júris nacional e internacional do prêmio, ao lado de outros 40 locais, entre praias e marinas, de todo o Brasil. Pela primeira vez, desde que a premiação existe, a entrega das bandeiras será realizada numa cerimônia nacional presencial que vai reunir todos os vencedores em Niterói, no dia 11 de novembro.

Foto: Leonardo Simplicio

Além da Cerimônia Nacional Bandeira Azul, o Instituto Ambiente em Rede (IAR), organizador da premiação no país, irá anunciar os vencedores do Prêmio Destaque Educação Ambiental. Niterói também está concorrendo nesta categoria com um vídeo produzido na Praia do Sossego em que são listadas as iniciativas que visam a preservação ambiental e a redução da emissão de gases do efeito estufa, evitando o agravamento das consequências no microclima local. Entre as ações citadas no vídeo estão o reflorestamento de vegetação nativa, utilização da técnica de bioconstrução na escadaria de acesso, entre outras.



A implantação de infraestrutura foi fundamental para a primeira premiação da Praia do Sossego, no ano passado. Este ano, as ações de educação ambiental desenvolvidas de forma periódica pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente contribuíram ainda mais para a nova certificação.

Praia do Sossego | Foto: Bruno Eduardo Alves

Entre as atividades desenvolvidas estão práticas educativas abordando temas como gestão de resíduos, consumo de plástico de uso único (descartáveis) e poluição do ambiente marinho junto a estudantes das escolas da rede municipal; capacitação dos funcionários da Prefeitura de Niterói para gestão ambiental local; instalação de placas educativas com informações sobre a fauna local, com o objetivo de torná-la conhecida e sensibilizar a comunidade para a importância de sua preservação.



A Secretaria de Meio Ambiente também promoveu a divulgação, nas mídias sociais, de informações sobre a Praia do Sossego, incluindo a fauna e flora locais, e o importante papel ecológico da praia como parte do Parque Natural Municipal de Niterói (PARNIT), com o objetivo de torná-la conhecida e assim promover o uso sustentável para recreação e turismo. Outra iniciativa de educação ambiental contou com a participação do Instituto Mero do Brasil, que atua na preservação dos oceanos e da espécie de peixe Mero; e a participação da Praia do Sossego no evento Clean Up Day.

Foto: Douglas Macedo



“Receber novamente a Bandeira Azul, ao lado de praias de diversas regiões do Brasil, é o reconhecimento de que fizemos a gestão sustentável deste paraíso da nossa cidade no último ano. Vamos seguir investindo em melhorias de infraestrutura turística, acessibilidade, restauração ecológica e educação ambiental. Também estamos muito honrados em sediar a inédita cerimônia nacional de entrega das bandeiras. Com muita alegria receberemos em Niterói os representantes de todas as praias e marinas premiadas no Brasil”, disse Rafael Robertson, secretário de Meio Ambiente de Niterói.

No Rio de Janeiro, além da Praia do Sossego, a Praia do Peró, em Cabo Frio, também teve a certificação renovada. Já as de Itaúna, em Saquarema, e do Forno, em Búzios, receberão a Bandeira Azul pela primeira vez.

Foto: Douglas Macedo



A premiação

A Bandeira Azul é a maior premiação internacional global já dedicada à certificação de gestão de praias, marinas e embarcações de turismo que possuam um elevado grau de gestão ambiental e preservação do ecossistema como um todo, incluindo marítimo e da Mata Atlântica que esteja no entorno.

Arquivo

A Praia do Sossego é a primeira da cidade com esse certificado internacional. Para ser premiada pelo segundo ano consecutivo, o município teve que comprovar o cumprimento de uma série de critérios relacionados à acessibilidade e sustentabilidade que prepara o lugar para o ecoturismo.



A praia passou por melhorias e obras de infraestrutura. No local, foram instalados ducha, banheiro e lava-pés, além de intervenções para a infraestrutura turística, acessibilidade e enriquecimento ambiental, como a escada de pedra (bioconstrução) de acesso à praia com guarda-corpo e áreas de descanso, mirantes de contemplação acessível a cadeirantes e sistema de infraestrutura verde com jardins de chuva como forma de manejo de águas pluviais.

To Top