Cidade

Prefeitura de Niterói já substituiu 20 metros do guarda-corpo de Icaraí

Até o fim do mês, 200 metros da nova estrutura já estarão instalados | Foto: Lucas Benevides

A Prefeitura de Niterói já substituiu 20 metros do guarda-corpo do calçadão da Praia de Icaraí pelo novo modelo, feito de material anticorrosivo e sustentável. De acordo com o executivo, a previsão é que, até o fim do mês, mais 180 metros estejam prontos. A obra acontece no trecho entre o número 114 da Avenida Jornalista Alberto Francisco Torres, em Icaraí, e vai até a Ponte da Boa Viagem.

Foto: Lucas Benevides

Orçada em R$ 3.860 milhões, a obra de substituição dos 900 metros do guarda-corpo tem previsão de entrega em dezembro. As intervenções acontecerão sempre em trechos de 100 metros para causar o mínimo de transtorno para os praticantes de esporte e quem utiliza o calçadão.

A secretária de Conservação e Serviços Públicos, Dayse Monassa, ressalta que o guarda-corpo de ferro está sendo substituído pelo de fibra por ser um material sustentável e com garantia de 20 anos. “Pedimos compreensão pelo transtorno das obras, mas elas são necessárias para a segurança. Nossa preocupação foi realizar uma intervenção que possa garantir a segurança para os usuários, tenha durabilidade e que possa ser uma obra a curto espaço de tempo para minimizarmos os impactos causados naquele trecho da orla”, disse a secretária.

Foto: Lucas Benevides

O material escolhido é anticorrosivo e sustentável e é feito de módulos que se encaixam a cada seis metros. Para garantir a segurança de funcionários e de pessoas que passam pelo calçadão estão sendo colocados cercamentos e tapumes à medida que a obra for avançando.

A psicóloga Rosane Oliveira, moradora da Praia das Flexas, caminha diariamente no calçadão e afirma que a troca do guarda-corpo é fundamental para garantir a segurança de quem frequenta a orla. “Adorei saber que será um outro material usado. A estrutura que estava aqui antes estava toda enferrujada. Além do aspecto ruim, não passava muito a sensação de segurança”, contou.

To Top