Cidade

Terminal Pesqueiro de Niterói mais perto da realidade

Arquivo | Docas

O prefeito de Niterói, Axel Grael, realizou nesta sexta-feira (16), uma reunião com representantes da Companhia Docas do Rio de Janeiro (CDRJ). Na pauta, os detalhes da obra de construção do Terminal Pesqueiro da cidade e também da dragagem do canal São Lourenço. A iniciativa faz parte do Plano Niterói 450 e é uma estratégia considerada essencial para a retomada econômica do município neste período pós-pandemia. De acordo com Grael, a construção do Terminal Pesqueiro vai possibilitar a geração de mais de 20 mil empregos diretos e indiretos na cidade.

Foto: Lucas Benevides

“A parceria com Docas é fundamental para a construção da dragagem que irá possibilitar as obras do terminal pesqueiro. Niterói tem um potencial enorme em relação à pesca. As principais empresas de pesca industrial do Brasil são daqui ou têm vínculo com nossa cidade. Com o porto, iremos viabilizar essa atividade econômica em Niterói, além do potencial de gerar milhares de empregos”, ressalta o prefeito Axel Grael.

A Prefeitura de Niterói custeou o Estudo de Impacto Ambiental (EIA/Rima) com um investimento de R$ 772 mil, para criar mecanismos que levem à dragagem do Canal de São Lourenço. A obra já é esperada há mais de 40 anos pelo setor naval.

A reunião contou com a presença do secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Luiz Paulino Moreira Leite, da secretária municipal de Planejamento, Orçamento e Modernização da Gestão, Ellen Benedetti e do vice-almirante Francisco Antonio de Magalhães Laranjeira, presidente da Companhia Docas do Rio de Janeiro.

“São décadas de espera pela construção do Terminal Pesqueiro. Ele é fundamental para a economia de Niterói e vai beneficiar especialmente os pescadores. A cidade irá arrecadar mais, além da geração de emprego que a obra e o terminal irão trazer”, afirma o presidente da Docas.

To Top