Cidade

Calçadão de Piratininga revitalizado chama atenção em Niterói

De cara nova, o local ganhou muro reforçado novas escadas e paisagismo após estudo de engenharia | Foto: Bruno Eduardo Alves

Jorge Luiz Ferreira é morador de Piratininga há 25 anos e está comemorando a entrega da tão sonhada obra no calçadão. Após estudos minuciosos de engenharia, o local recebeu intervenções definitivas, com o objetivo de conter os constantes problemas que eram ocasionados pela ação do tempo, incluindo ventos e fortes ressacas. O prefeito Axel Grael esteve neste sábado (03) para ver de perto o resultado da obra, que teve um investimento de R$11,2 milhões, oriundos da Corporação Andina de Fomento (CAF). Apesar dos fortes ventos banhistas, moradores e praticantes de esporte curtiram o novo espaço neste sábado. (Fotos abaixo)

A obra de recuperação incluiu a contenção de encostas de mais de 300 metros de extensão com cortina atirantada e a colocação de várias estacas hélices secantes abaixo do nível do mar para garantir que o calçadão permaneça intacto mesmo com os fortes impactos. “Estamos trabalhando com um conjunto de obras e intervenções na área na Região Oceânica incluindo o Parque Orla Piratininga, que em breve terá uma etapa também entregue. A revitalização do calçadão era muito necessária, mas precisávamos fazer um estudo profundo para poder entregar um projeto que realmente fosse eficaz. Estou muito feliz porque entregamos uma obra que era tão esperada numa área que será utilizada pelo morador da cidade e por quem nos visita”, disse o prefeito Axel Grael.

Além da reestruturação do calçadão, foram revitalizadas cinco escadas que dão acesso à praia. O espaço conta agora com novo paisagismo, canteiros, pergolados e gramado. “Estou com a sensação de dever cumprido. Fizemos estudos de engenharia e das ondas da praia para evitar que o calçadão seja impactado novamente pelas constantes ressacas que atingem o local. Há dois meses passamos pela primeira prova de fogo com uma grande ressaca que atingiu o litoral quando a obra ainda estava em andamento e tivemos a certeza que o caminho estava certo. A contenção que fizemos com a cortina atirantada e a colocação de várias estacas hélices secantes abaixo do nível do mar vão garantir que o calçadão permaneça intacto mesmo com os fortes impactos”, afirmou o secretário de Obras e Infraestrutura, Vicente Temperini.

Jorge Luiz Ferreira é proprietário do quiosque Pinguim, um dos comércios que vivia sempre à mercê de ação do tempo. “Não foi fácil. Quando eu comecei a trabalhar aqui o calçadão caiu pela primeira vez. Desde então, ficávamos sempre esperando que chegasse uma obra definitiva como essa. Hoje temos a certeza de que estaremos seguros pois temos uma obra de qualidade. Podemos trabalhar em segurança e temos a certeza de que muitas pessoas virão aqui para conhecer e aproveitar o novo calçadão. É uma nova fase”, disse o comerciante.

O local ganhou também mais um posto salva-vidas para uso do Corpo de Bombeiros, no mesmo modelo de dois andares como os instalados nas praias de Itacoatiara, Camboinhas e Itaipu. O secretário regional da Região Oceânica, Binho Guimarães. comemorou a finalização da obra em Piratininga. “Cada vez que fazemos uma entrega deste porte, sabemos que estamos possibilitando aos moradores e turistas, mais conforto e uma cidade com mais qualidade de vida”, frisou o administrador.

Atual campeão brasileiro master de bodyboarding, Gugu Barcellos treinou a garotada do projeto social e depois levou os novos atletas para conhecer o novo calçadão. “O espaço vai ser bom para os pais acompanharem os atletas e com mais estrutura no calçadão estimular mais a prática de esporte”, afirmou.

Orla em processo de revitalização

O gestor de Orlas de Niterói, Leandro Magaldi, afirmou que a entrega do calçadão de Piratininga é uma entrega importante não só para o morador, mas para o turista, e faz parte de um conjunto de ações de revitalização da orla.

“Em breve vamos iniciar uma série de oficinas com moradores, comerciantes e diversos envolvidos para uma gestão consciente e conjunta das praias da cidade. Serão debates sobre educação ambiental, preservação e manutenção ordenada dos espaços que são dedos e isso será ampliado para outras praias de forma gradativa”, afirmou Magaldi.

Ele lembrou que atualmente existe uma nova frente de obra importante para comerciantes e para segurança de banhistas que está sendo feita na orla de Camboinhas, que também teve parte do calçadão e dos quiosques danificados após uma forte ressaca. A contenção terá 270 metros de extensão e será realizada em muro de gabião. O investimento é de R$10,6 milhões.

De cara nova, o local ganhou muro reforçado novas escadas e paisagismo após estudo de engenharia | Foto: Bruno Eduardo Alves

Foto: Bruno Eduardo Alves

Foto: Bruno Eduardo Alves

Foto: Bruno Eduardo Alves

Foto: Bruno Eduardo Alves

To Top