Cidade

Mais um restaurante popular vai funcionar em Niterói

Unidade vai abrigar a primeira Escola de Formação em Gastronomia Popular do Estado

Niterói vai ganhar, em breve, mais um restaurante popular, desta vez na Alameda São Boaventura, 1066, em frente à estação Riodades, no Fonseca, Zona Norte da cidade. A unidade – a segunda do município – terá cozinha industrial e pedagógica, sala de aula, auditório, recepção, salão para as refeições e varanda. A homologação do resultado da licitação para a obra foi publicada no Diário Oficial desta sexta-feira (26). O restaurante popular é uma opção para milhares de pessoas que buscam uma alimentação balanceada e com preço simbólico.

Local onde será o Restaurante Popular

Para o prefeito de Niterói, Axel Grael, o espaço na Zona Norte vai ampliar o acesso à alimentação de qualidade em Niterói e garantir a segurança alimentar da população. “Além de aumentar o número de refeições servidas diariamente, o restaurante será também uma opção para que as pessoas de outras regiões, sobretudo da Zona Norte, não precisem ir até o Centro, no Restaurante Jorge Amado, para ter uma alimentação saudável e balanceada a um preço acessível”, afirmou.

O restaurante vai funcionar na Alameda São Boaventura com capacidade para servir 2 mil refeições diárias. O local também vai abrigar a primeira Escola de Formação em Gastronomia Popular do Estado, onde jovens e adultos poderão obter qualificação profissional para o mercado de trabalho e para o empreendedorismo com diversos cursos na área de gastronomia, padaria e serviços para bares e restaurantes. O investimento anual no equipamento vai girar em torno de R$ 5 milhões.

Segundo o secretário de Assistência Social e Economia Solidária, Elton Teixeira, o último inquérito de mapeamento de insegurança alimentar, elaborado pela Rede Brasileira de Pesquisa em Soberania e Segurança Alimentar e Nutricional (Rede PENSSAN), apresentou um número alarmante de 33 milhões de pessoas em situação de fome e vulnerabilidade social.

Fachada

“É fundamental que os municípios se somem nessa luta, construindo equipamentos e iniciativas de combate à fome. Em Niterói, já temos o Restaurante Popular Jorge Amado, no Centro, que atende a população da cidade e de outros municípios. Com a chegada da unidade na Zona Norte, pretendemos atender o público da Zona Norte. O restaurante também vai abrir um projeto de formação de profissionais na área de gastronomia. É um projeto onde buscamos garantir que a população tenha, não só o alimento e a garantia da sua segurança alimentar, como a possibilidade de capacitar a população e gerar empregos”, destacou o secretário.

Assim como a unidade do Centro, a do Fonseca também contará com uma unidade de Referência em Segurança Alimentar e Nutricional. O espaço ainda terá ambientes de convivência com sala de leitura, auditório para eventos culturais e palestras. A obra está orçada em R$ 3.030,043,29 com previsão para conclusão das intervenções, de acordo com a Empresa Municipal de Moradia, Urbanização e Saneamento (Emusa), para o primeiro trimestre de 2022.

Fachada

Opção econômica

O Restaurante Popular Jorge Amado, localizado no Centro de Niterói, já serviu mais de 2,72 milhões de refeições desde sua municipalização, em 2017, quando a Prefeitura de Niterói assumiu a administração do espaço. Só em 2022, foram 306 mil refeições, entre almoço e café-da-manhã. O equipamento é uma opção econômica para a população da cidade e de outros municípios que vem garantir uma alimentação balanceada, com valor de R$ 2 para o almoço e o desjejum por R$0,50. O restaurante do Centro funciona de segunda a sexta-feira, de 6h às 9h, para o café da manhã e, de 11h às 15h, para o almoço.

To Top