Cidade

Prefeito de Niterói assina ordem de início de obras em área histórica da cidade

Prefeitura de Niterói dá a largada para a revitalização do cais da Ponta D´Areia | Foto: Douglas Macedo

O cais da Ponta D`Areia será completamente revitalizado para voltar a ser um recanto da cidade de Niterói. O prefeito Axel Grael assinou, nesta sexta-feira (19), a ordem de início das obras na região conhecida como Portugal Pequeno. As intervenções incluem a recuperação do cais na Rua Barão de Mauá até a área do Coreto. Haverá novas calçadas, troca de toda a iluminação e a reforma da praça no final da Rua Barão de Mauá, nas proximidades do Estaleiro Mauá. O investimento é de R$ 3.237.782,02 e a previsão de duração da obra é de quatro meses.

O prefeito Axel Grael destacou que o cais da Ponta D´Areia é uma região histórica de Niterói e que tem um carisma todo especial. “A região é conhecida como Portugal Pequeno porque ali várias famílias portuguesas se estabeleceram no passado. Já foi um lugar com uma gastronomia bastante importante em Niterói. Com essa obra, vamos recuperar esse recanto de Niterói. Um lugar que é uma das prioridades em termos de retomada da economia, inclusive com um novo acesso ao Estaleiro Mauá. São ações que vão melhorar muito a Ponta D´Areia. Ali também é um lugar tradicional da pesca em Niterói. A gastronomia ali sempre foi em torno dos frutos do mar. Vamos desenvolver mais um local de atração turística, recreação, lazer e cultura para Niterói”, afirmou Axel Grael.

Principal área utilizada por moradores e pescadores da região, o deck terá a troca da madeira em toda a extensão, além de nova iluminação. A reforma da praça vai fortalecer os momentos de convivência dos moradores com um playground em grama sintética e academia da terceira idade. O espaço ainda vai ganhar um palco de atividades, churrasqueira, banheiro, um bicicletário e vagas para motocicletas.

O secretário regional do Centro e da Ponta D´Areia, Adriano Boinha, pontuou que as obras são de grande importância para a região. “O objetivo é aquecer a economia, o setor naval, além do turismo com o setor gastronômico. Não posso esquecer do setor pesqueiro. É uma obra que agrega pesca, indústria, moradores e comerciantes. Esse cantinho da Ponta D ´Areia merecia essa revitalização”, disse Adriano Boinha.

To Top