Saúde

Hospital Icaraí e MedHub firmam parceria

Projeto inovador e 100% digital promove qualificação de excelência para acadêmicos de Medicina.

O Centro de Estudos do Hospital Icaraí, em Niterói, através do diretor científico do Hospital Leonardo Cordeiro, acaba de firmar parceria com a plataforma de estágio em Medicina, a MedHub (www.medhub.app.br), projeto criado pelos sócios Edmundo Tommasi, médico cardiologista, Mateus Bandeira, acadêmico de Medicina da Universidade Federal Fluminense (UFF) e o estudante de Medicina Gabriel Sangy, também da UFF.

plataforma inovadora, que funciona como um Centro de Estudos 100% on-line, irá oferecer estágios e projetos de pesquisa na área de Medicina no Hospital Icaraí e, futuramente, em outros hospitais de ponta para acadêmicos de Medicina de todo o Brasil.

“Escolhemos o Hospital Icaraí por ser um hospital de alta capacidade e sempre apreciamos muito a estrutura tecnológica da unidade e a qualidade de seu corpo clínico. Então, o Dr. Leonardo Cordeiro foi muito solícito ao aceitar essa parceria de sucesso”, afirma Gabriel.

O sócio da empresa, Edmundo Tommasi, explica que a plataforma surgiu para gerar oportunidades para os acadêmicos de Medicina, democratizando, assim, o verdadeiro conhecimento científico entre seus integrantes.

Após pesquisas e estudos, os sócios perceberam que havia um gap no setor de Estágios da área Médica dentro dos hospitais e uma qualificação robusta para esses estudantes na prática.

“Percebemos que os Centros de Estudos dos hospitais não atuavam com afinco na parte de promoção de estágios dentro da área Médica e vimos que era importante trazer, para dentro dos hospitais, acadêmicos de Medicina qualificados”, explica.

Plataforma interativa e funcional

plataforma é funcional e o processo de cadastro para o usuário é fácil e rápido. O acadêmico cria a sua conta pessoal na plataforma e, a partir daí, ele terá acesso aos estágios disponíveis — a princípio, no Hospital Icaraí. Ao comprar a inscrição para participar do concurso, ele fará a prova concorrendo com outros acadêmicos de Medicina.

Cabe salientar que essas provas são feitas de forma online e vigiadas por meio de um sistema de segurança eficaz, incluindo acesso à câmera, microfone e gravação de tela do candidato.

“Se o acadêmico acertar mais de 75% das questões objetivas, ele receberá o selo MedHub de qualidade, sendo considerado aprovado. Porém, para ser classificado, ele terá que estar na classificação do número de vagas ofertadas”, explica Edmundo.

Contudo, o projeto se diferencia de outros por proporcionar uma oportunidade de aprimoramento ao estudante que tenha sido aprovado, pois este terá acesso ao curso preparatório do Hospital Icaraí.

“Esse curso fica disponível tanto para quem foi classificado quanto para aqueles estudantes que estão na lista de espera para estagiar. Então, é um projeto inovador para os estudantes de Medicina de uma forma geral. Já os estudantes que forem aprovados e classificados, poderão fazer parte do corpo clínico do hospital”, explica Edmundo.

“Nós iremos evoluir o curso ao longo do tempo, mas já oferecemos aulas voltadas para os procedimentos dentro de um CTI, aulas de septicemia e outras disciplinas importantes para o acadêmico de Medicina. Desse modo, esses alunos que receberão o selo MedHub de qualidade, terão uma qualificação mais robusta em seu currículo acadêmico”, afirma.

Edmundo lembra que o selo MedHub de qualidade representa não apenas a qualificação e postura médica necessária ao acadêmico, mas também credita a qualidade de excelência aos hospitais que representarem o selo.

“Os hospitais que quiserem se cadastrar podem entrar em contato conosco para um convênio por meio de nosso site, a fim de que o estágio com selo de qualidade MedHub faça parte de sua metodologia. Atuaremos como Centro de Estudos parceiro do hospital conveniado”, finaliza, lembrando que tal parceria não envolverá custos para o hospital.

To Top