Polícia

Advogado é assassinado em Niterói

Reprodução | Vídeo circula nas redes sociais

O advogado e ex-policial civil Carlos Daniel Dias André, de 40 anos, foi assassinado a tiros no Cafubá, Região Oceânica de Niterói, na manhã desta terça-feira (31). (Vídeo abaixo circula nas redes sociais)




Segundo informações preliminares, um homem em uma moto preta se aproximou do veículo do advogado, que estaria parado no sinal com o filho, que saiu ileso do ataque, e atirou contra a Toyota Hilux SW4 blindada de Carlos, na esquina das avenidas Adolfo Bezerra de Menezes com a Conselheiro Paulo de Melo Kalle. Ao ser alvejado, o advogado perdeu o controle da direção do veículo e atingiu a traseira de um outro carro. Primeiras informações apontam que o homem foi atingido na cabeça e morreu no local. Carlos Daniel era ex-policial civil e foi expulso da corporação em 2011, após ser preso pela Polícia Federal transportando traficantes que tentavam escapar do cerco à Favela da Rocinha para a implantação da UPP.

O advogado cumpriu 6 anos de prisão e na cadeia, ele estudou, se formou em Direito e começou a trabalhar na advocacia criminalista. Carlos Daniel tornou-se especialista no ramo de execuções penais. A Delegacia de Homicídios de Niterói e São Gonçalo (DHNSG) investiga o caso.

Em nota, a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB/RJ) – Seção do Estado do Rio de Janeiro lamentou o assassinato do advogado, “A Ordem dos Advogados do Brasil – Seção do Estado do Rio de Janeiro lamenta profundamente a morte do advogado Carlos Daniel Dias André, assassinado a tiros na Região Oceânica de Niterói na manha desta terça-feira, dia 31. A Seccional vem a público demonstrar indignação com a ocorrência de mais um crime bárbaro, fruto da violência que assola o Estado do Rio de Janeiro, e informa que acompanhará com atenção as investigações.”

To Top