Polícia

Dupla em Niterói comprava com dinheiro falso produtos anunciados na internet

24/05/2022 18h31 | Atualizado 22:31

A Polícia Federal em ação conjunta com o Centro Integrado de Segurança Pública (CISP) prendeu dois homens, nesta terça-feira (24), cumprindo mandados de prisão preventiva, expedidos pela 2ª Vara Federal de Niterói. Os presos, que moravam no bairro de Piratininga, na Região Oceânica, eram investigados por utilizarem cédulas falsas para comprar celulares e notebooks anunciados em sites de compra e venda online. As investigações duraram cerca de dois meses e contaram com o auxílio do CISP, que monitorou toda a movimentação dos suspeitos.

A dupla que não teve a identidade divulgada, foi reconhecida por cinco vítimas e poderá responder pelos crimes de associação criminosa, uso de moeda falsa, estelionato e receptação. Um dos homens, flagrado com drogas e um veículo clonado (Foto abaixo), responderá também por tráfico. Na ação, foram apreendidas cédulas falsas, drogas e um veículo clonado.

Veículo clonado apreendido.

Inteligência

Além da tecnologia online para ações imediatas, o Centro Integrado de Segurança Pública (Cisp) também é utilizado como um serviço de inteligência que dá suporte a agentes no dia-a-dia, e auxilia outras forças de segurança em investigações para desbaratar e prender quadrilhas ou criminosos, como ocorreu neste caso. O Cisp foi acionado pela Polícia Federal pela suspeita de que os falsários morariam em Niterói e, a partir da placa de um veículo, os agentes chegaram até os suspeitos, que foram presos em casa.

O Cisp conta com 522 câmeras que atuam 24 horas por dia, monitoradas por guardas municipais, além de 70 câmeras inteligentes, capazes de captar dados e que possibilitam que, em questão de segundos, possam ser montadas ações que levem à prisão dos suspeitos. É uma ferramenta disponibilizada pela Prefeitura de Niterói para apoiar o trabalho das forças de segurança.

“É importante ressaltar que esse foi apenas um dos serviços prestados pelo Cisp em ajuda às investigações da Polícia Federal. Estamos com inúmeros casos em andamento, que em breve serão elucidados. O Cisp se tornou uma ferramenta de extrema importância na cidade, não só para a Polícia Federal, mas para todas as forças de segurança, tanto no dia-a-dia – com as câmeras auxiliando em tempo real e o cercamento eletrônico – quanto no auxílio que é dado pelo nosso setor de inteligência, que monitora, acompanha e auxilia as investigações”, afirma Nilson Cunha, diretor do Centro Integrado de Segurança Pública

To Top