Niterói recebe selo de "Cidade Árvore do Mundo"
Meio ambiente

Niterói recebe selo de “Cidade Árvore do Mundo”

Niterói foi uma das oito cidades do país a receber o selo de “Cidade Árvore do Mundo”, concedido pelo programa Tree Cities of The World, administrado pela Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO) e pela Arbor Day Foundation. O selo coloca Niterói entre as cidades de destaque mundial pelo plantio e cuidado com as árvores. É um reconhecimento não apenas pela quantidade de árvores, mas também pelo planejamento, gestão e cuidado das “florestas urbanas”.

Os municípios com o selo Tree Cities Of The World (ou, na tradução livre, “Cidade da Árvore do Mundo”) são conectados em uma rede dedicada a compartilhar e adotar as abordagens mais bem-sucedidas para gerenciar árvores e florestas comunitárias. No total, 138 municípios de 21 países foram reconhecidos.  Assim como Niterói, 34 cidades aderiram à rede pela primeira vez.

Fotos: Berg Silva | Arquivo

Além de Niterói, cidades como Campo Grande (Mato Grosso), Cambridge (Canadá), Barranquilla (Colômbia) e Birmingham (Reino Unido) também são reconhecidas com o selo concedido anualmente. O prefeito de Niterói, Axel Grael, enfatizou que nos últimos na cidade, o meio ambiente deixou de ser uma política periférica para se tornar prioridade de governo. Ele destacou, ainda, que a arborização e as áreas verdes têm uma função fundamental na qualidade de vida e na amenização do microclima urbano.

“A arborização e as áreas verdes têm uma função fundamental na qualidade de vida e na amenização do microclima urbano. Atualmente, mais de 50% do território da cidade fica dentro de áreas de preservação ambiental, como o Parque Natural Municipal de Niterói (Parnit), que já conta com um plano de manejo. Este reconhecimento internacional é mais um impulso para Niterói seguir firme no caminho do desenvolvimento com sustentabilidade e justiça social”, disse Axel Grael.

Niterói contabiliza mais de 70 mil mudas plantadas na cidade desde 2013. Só nos últimos dois anos, foram mais de oito mil mudas plantadas. O planejamento é que até 2024 sejam mais 7.710. Estes plantios fazem parte do programa Verdes Notáveis, é feito com espécies nativas da Mata Atlântica, como Pau Brasil, Pau Ferro, Sibipiruna, Oiti, Araçá e Pitanga, entre outras, que não conflitem com o mobiliário urbano. Cada árvore da cidade é identificada, avaliada, registrada pelo Arboribus, um projeto censitário da flora urbana da cidade em vias públicas e praças.

Fotos: Berg Silva | Arquivo

“É um reconhecimento não só pela quantidade de árvores na cidade, mas também pelo planejamento, gestão e cuidado com as nossas florestas urbanas. Fico muito feliz por termos conquistado esse selo e saber que estamos no caminho certo”, reforçou a secretária de Conservação e Serviços Públicos, Dayse Monassa.

Para receber o selo, Niterói teve que atender a uma série de requisitos, como uma declaração por escrito dos líderes delegando a responsabilidade pelo cuidado das árvores dentro dos limites municipais a um membro da equipe, um departamento da cidade ou um grupo de cidadãos chamado de Conselho de Árvores; possuir uma lei ou uma política oficial que rege o manejo de florestas e árvores; ter um inventário atualizado ou avaliação dos recursos arbóreos locais para que um plano eficaz de longo prazo para plantio, cuidado e remoção de árvores da cidade possa ser estabelecido; um orçamento anual dedicado para a implementação rotineira do plano de manejo de árvores, entre outros.

A secretária do Escritório de Gestão de Projetos de Niterói (EGP Niterói), Valéria Braga, lembrou que o município passou por um processo de análise para receber o selo. “A certificação concedida à Niterói pelo Tree Cities of the World confirma a prioridade desta gestão para ações relacionadas à sustentabilidade, bem estar do cidadão e que ainda contribui com iniciativas relacionadas à mitigação e adaptação à mudança do clima. Para Niterói conseguir esse reconhecimento foi necessário comprovarmos através de dados e legislação pertinente, o quanto o município tem incentivado e executado ações nesse sentido”, detalhou.

O secretário de Meio Ambiente, Recursos Hídricos e Sustentabilidade, Rafael Robertson, destacou o compromisso da Prefeitura com o plantio, revegetação e reflorestamento. “Trabalhamos por uma cidade sustentável a longo prazo. Niterói é um exemplo no estado e no país com relação às políticas públicas implementadas em favor do meio ambiente. Além dos projetos de arborização em todas as regiões, também trabalhamos com educação ambiental para que o próprio cidadão também se sinta responsável. Os voluntários que nos ajudam também têm um papel importante neste processo. É um trabalho contínuo e de todos, com a gestão do poder público”, observou Robertson.

To Top
Secured By miniOrange