Centro de Artes UFF reabre seus espaços físicos
Cultura

Centro de Artes UFF reabre seus espaços físicos

Neste mês, o Centro de Artes UFF inicia sua retomada gradual de atividades presenciais, um ano e nove meses após o fechamento de seus espaços físicos ao público. Assim, o Centro de Artes UFF programou a “Semana Arte de Viver”, entre os dias 15 e 19 de dezembro, com uma série de atividades pontuais e presenciais, seguindo todos os protocolos de segurança necessários para o controle da disseminação da Covid-19 e do novo vírus da Influenza.

Os eventos também representam uma homenagem aos profissionais da saúde e do Hospital Universitário Antonio Pedro e às comemorações natalinas, além de valorizar a arte que serviu como bálsamo para muitos neste longo período de reclusão e afastamento social. Essa semana também homenageia todos os artistas que lutaram para se manterem ativos, sobrevivendo às agruras pelas quais foram obrigados a passar devido a toda a situação decorrente da pandemia.

Para o reitor Antonio Claudio Lucas da Nóbrega, a Semana Arte de Viver aponta para uma retomada do Centro de Artes UFF, tão ansiada pela comunidade e o público de Niterói, devolvendo à cidade esse importante espaço de produção e difusão cultural. Ao mesmo tempo, destaca “que é tempo de celebrar a vida, a ciência e a arte”!

O Superintendente do Centro de Artes UFF, Leonardo Guelman, ressalta que mesmo com toda a paralisação imposta pela pandemia de Covid-19, as atividades artísticas se mantiveram com pleno destaque de forma virtual, articulando a programação continuada com eventos de grande porte, como as edições do X e XI Interculturalidades e os recentes 200 Dostoiévski e VI Congresso Santuários, contando com a participação de artistas e pesquisadores nacionais e internacionais, e conclui.

Para essa semana de eventos, o público ocupará, no máximo, 30% da capacidade de cada espaço (aproximadamente 100 lugares em cada evento). Além disso, haverá obrigatoriedade do uso correto da máscara, de apresentação do documento de identidade e de comprovante do esquema vacinal completo. Os ingressos serão obtidos mediante inscrição virtual prévia, a fim de evitar aglomerações na bilheteria. Mais informações sobre as inscrições estarão disponíveis por meio das redes sociais e do site do Centro de Artes UFF: www.centrodeartes.uff.br .

Inauguração de exposição

Galeria de Arte UFF reabrirá para o público no próximo dia 15 (quarta-feira), às 18h, com a exibição de vídeo dos artistas Pedro França e Darks Miranda no Cine Arte UFF. Essa apresentação faz parte da exposição “Chamar o Vento”, que conta com trabalhos de artistas que colaboraram gentilmente com as exposições que aconteceram virtualmente no site do Centro de Artes UFF e no perfil de Artes Visuais no Instagram (@artesvisuais.ceartuff).

Trabalhos de Mulambö, Geandra Nobre, Juliana Lapa, Guilherme Kid, B Negão e do próprio Pedro França estarão na mostra. Na abertura, além da exibição do vídeo no Cine Arte UFF, ocorrerá uma conversa com a presença de artistas. As atividades marcam a reabertura da premiada Galeria de Artes UFF Leuna Guimarães dos Santos, que completará 40 anos de atividade em 2022.

“Marighella” na reabertura do Cine Arte UFF

O Cine Arte UFF volta a receber público em grande estilo. Com o filme nacional mais assistido de 2021, “Marighella”, o cinema terá uma sessão especial no dia 16 (quinta-feira), às 19h. A exibição será seguida de debate com o ator e pastor Henrique Vieira, que interpreta o frei Henrique na produção. Dirigido por Wagner Moura e com Seu Jorge no papel-título, o filme biográfico acompanha um momento decisivo da vida de Carlos Marighella, escritor, político e guerrilheiro. A ficção venceu o Prêmio do Público no Mill Valley Film Festival 2019 e o Prêmio de Melhor Ator Coadjuvante (Bruno Gagliasso) no CinEuphoria Awards 2020. Com entrada franca e público reduzido, a sessão de “Marighella” tem classificação indicativa de 16 anos.

Três concertos com os grupos residentes

Com novos membros que chegaram à UFF no último concurso, o Quarteto de Cordas da UFF, o grupo Música Antiga da UFF e a Orquestra Sinfônica Nacional UFF voltam presencialmente aos palcos do Centro de Artes UFF, após uma jornada de quase dois anos de atividades online. Os três concertos terão entrada franca e, em cada um deles, a presença do público será reduzida, seguindo os protocolos sanitários estabelecidos pela UFF e pelas autoridades de saúde.

O primeiro concerto será o do Quarteto de Cordas da UFF, dia 17 de dezembro (sexta-feira), às 19h, no Teatro da UFF. Esse concerto contará com a nova formação do Quarteto, que, além dos veteranos Tomaz Soares (primeiro violino) e Ubiratã Rodrigues (segundo violino), apresenta suas duas novas integrantes, Clara Santos (viola) e Glenda Carvalho (violoncelo). No programa, obras de Bach, Haydn, Borodin, Nepomuceno, Guerra-Peixe e Sérgio Ferraz.

O segundo concerto será com a Orquestra Sinfônica Nacional UFF, em 18 de dezembro (sábado), às 17h, no Cine Arte UFF. Sob a regência do maestro argentino Javier Logioia, será apresentado um repertório em homenagem aos profissionais de saúde e aos funcionários do Hospital Universitário Antonio Pedro, que bravamente ajudaram no tratamento dos pacientes da Covid-19, salvando muitas vidas. A apresentação se chamará Concerto pela Vida, com peças de Tchaikovsky, Guerra-Peixe e Camargo Guarnieri. O evento celebrará também os 61 anos da UFF, comemorados neste mesmo dia.

O terceiro e último concerto será o do conjunto Música Antiga da UFF, também apresentando sua nova formação, que, além dos veteranos Leandro Mendes e Mario Orlando, traz três presenças femininas: Cecilia Aprigliano, Rosimary Parra e Sonia Leal Wegenast. A apresentação ocorrerá no dia 19 de dezembro, às 10h, no Teatro da UFF, e o grupo interpretará composições medievais e renascentistas que refletem o espírito natalino.

To Top
Secured By miniOrange