Rio

Réveillon: Rio fará queima de fogos em dez pontos da cidade

A Prefeitura do Rio anunciou nesta quinta-feira (09), em coletiva no Centro de Operações Rio (COR), o planejamento para o Réveillon 21/22. Na programação, haverá fogos de artifício em dez pontos espalhados pela cidade. A celebração ocorrerá em Copacabana, Flamengo, Barra da Tijuca, Recreio, Praia de Sepetiba, Bangu, Parque Madureira, Igreja da Penha, Ilha do Governador e Piscinão de Ramos.

Em Copacabana, por exemplo, serão dez balsas na orla, prometendo 16 minutos de foguetório, e 25 torres de som para tocar música ambiente e fazer a contagem regressiva. De acordo com a prefeitura, haverá restrições para chegar e sair do bairro, incluindo a proibição de estacionamento na orla e em vias de acesso. Além disso, não será permitida a entrada de ônibus fretados na cidade e não haverá operação especial de transporte. Para quem não tomou alguma dose da vacina contra a Covid-19, será montado posto de vacinação em Copacabana.

De acordo com o prefeito do Rio, Eduardo Paes, as medidas adotadas pela Prefeitura do Rio seguem o recomendado pelo Comitê Científico do município: “Essa é uma versão simplificada do Réveillon. Venham para o Rio, a cidade está aberta, mas nós vamos ter um pouco mais de zelo e respeitar aquilo que foi determinado pelo Comitê Científico. Há uma decisão mais restritiva do que a gente gostaria de fazer, nós respeitamos e vamos cumprir. Vamos espalhar os fogos pela cidade. Não vamos cercear o direito de ir e vir, mas achamos que essas medidas vão evitar uma aglomeração maior” disse o prefeito.

Em Copacabana, a proibição de estacionamento na orla e em vias de acesso será a partir das 18h do dia 30. Haverá área de lazer na pista da praia da Avenida Atlântica a partir das 7h do dia 31 e bloqueio total do tráfego na Atlântica a partir das 19h do dia 31. Moradores, hóspedes e trabalhadores do bairro com comprovante poderão acessar as vias até as 22h. A liberação do trânsito só ocorrerá às 3h do dia 1º.

Além disso, linhas de ônibus vão operar com a frota regular, sem reforço, e não haverá criação de terminais de ônibus. A partir de 20h, as linhas que passam por Copacabana seguirão somente até Botafogo, Lagoa e Ipanema.

A Prefeitura do Rio recomenda aos cariocas que escolham os pontos mais próximos de casa para assistir à festa, evitando deslocamentos desnecessários. É importante ressaltar que é obrigatória a apresentação do comprovante de vacinação em bares, restaurantes e hotéis. É recomendado evitar aglomerações e usar máscara em ambientes fechados e com pouca circulação de ar.

Dez pontos da cidade:

Copacabana – 16 minutos
Flamengo – 12 minutos
Barra da Tijuca – 5 minutos
Recreio – 5 minutos
Praia de Sepetiba – 8 minutos
Bangu – 8 minutos
Parque Madureira – 8 minutos
Igreja da Penha – 10 minutos
Ilha do Governador – 8 minutos
Piscinão de Ramos – 8 minutos

To Top