Ex-ministro defende em Niterói união estratégica entre educação e cultura
Cultura

Ex-ministro defende em Niterói união estratégica entre educação e cultura

Juca Ferreira participou de debate no Solar do Jambeiro e elogiou a atuação da cidade nestas áreas

O ex-ministro Juca Ferreira defendeu a integração entre educação e cultura para a construção de uma sociedade mais justa, igualitária e democrática. Sociólogo e político baiano, Juca Ferreira foi ministro da Cultura entre 2008 e 2010 e de 2015 a 2016. Ele participou, nesta quinta-feira (02), no Solar do Jambeiro, do debate “Educação e Cultura”, organizado pelas secretarias de Educação e das Culturas de Niterói.

Juca Ferreira fez uma palestra sobre a importância da educação e da cultura para o desenvolvimento social. O evento teve a participação dos secretários municipais Vinicius WU (Educação) e Leonardo Giordano (Culturas), além da chefe de gabinete da Fundação de Artes de Niterói (FAN), Roberta Martins.

O ex-ministro afirmou que a cidade de Niterói acerta ao pensar educação e cultura de forma integrada. “São esferas que não estão separadas. Ao contrário. Na verdade, são duas esferas em uma. Vivemos tempos de ataques à racionalidade, à ciência, à cultura e à educação. Por isso, é muito importante que estas áreas atuem de forma conjunta. Educação e cultura são pilares fundamentais para o desenvolvimento da sociedade. Aqui em Niterói, sempre sinto um clima de confiança, de participação, de reflexão e de resiliência. Outros lugares no país também têm essa característica, de realizar ações consistentes. A educação tem que ser culturalizada e vice-versa”, afirmou Juca Ferreira.

O ex-ministro destacou que o país vive uma crise em várias frentes. “É mais do que uma crise. É um retrocesso gigantesco que compromete o processo civilizatório. Nestes momentos, educação e cultura são determinantes para a defesa dos valores humanistas e democráticos”, acrescentou Juca.

O secretário municipal de Educação, Vinicius Wu, afirmou que a integração entre Educação e Cultura em Niterói vai se aprofundar. “Estamos desenvolvendo uma estratégia para os próximos anos. Estamos criando condições para que as políticas culturais entrem com muita força nos espaços educacionais. Nossas escolas serão espaços nos quais os alunos terão direito à cultura e, ao mesmo tempo, serão incentivados a fazer e produzir cultura”, disse Vinicius Wu.

O secretário das Culturas, Leonardo Giordano, afirmou que a aliança entre educação e cultura é fundamental para se pensar em futuro. “Niterói não tem apenas resistido. Estamos avançando e construindo a cultura como um direito de todos. E esse vínculo com a educação é muito poderoso”, disse Leonardo Giordano.

To Top