Alunos do Espaço Nova Geração conquistam vaga na etapa nacional do Torneio Brasil de Robótica
Educação

Alunos do Espaço Nova Geração conquistam vaga na etapa nacional do Torneio Brasil de Robótica

Espaço integra o Pacto Niterói Contra a Violência e atende crianças e jovens de 6 a 29 anos com atividades culturais, esportivas e capacitação em várias áreas

Alunos do Espaço Nova Geração (ENG) do Cantagalo, na Região Oceânica, estão na fase nacional do Torneio Brasil de Robótica de 2021. A equipe foi uma das três selecionadas na etapa regional, que contou ainda com times de Rio de Janeiro, Espírito Santo e Minas Gerais. A competição nacional acontece virtualmente nos dias 5 e 6 de dezembro. O tema do Torneio Brasil de Robótica deste ano é “Eliminação do Trabalho Infantil”, proposto pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco).

O Projeto Espaço Nova Geração faz parte do Pacto Niterói Contra a Violência. O programa municipal oferece 1.200 vagas gratuitas em cursos como teatro, inovação tecnológica, trabalhos manuais, além de práticas esportivas no contraturno escolar para crianças e jovens de 6 a 29 anos.

O Espaço Nova Geração funciona nos CIEPs municipalizados Anísio Teixeira, no Fonseca; e Ester Botelho, no Cantagalo. Criado pela Prefeitura de Niterói, o projeto tem o objetivo de promover o desenvolvimento de crianças e jovens com oportunidades que abrem horizontes e trazem novas perspectivas para o futuro.

A equipe finalista de Robótica do Espaço Nova Geração (ENG), batizada de “Família Stitch”, é formada pelos alunos Tassiane Medeiros (16), Alisson Pimentel (16) e Eduarda Andrade (18). Eles pensaram em um projeto que utiliza câmeras com inteligência artificial para reconhecer possíveis trabalhos infantis na região da unidade.

A competição é uma iniciativa da empresa R2E (Robótica, Educação e Eventos), que tem entre os seus objetivos preparar crianças, jovens e adultos para atuarem de diferentes formas em torneios científicos.

“Só a participação já é importante para esses jovens. Esse é o objetivo do nosso trabalho dentro da proposta do Pacto Niterói Contra a Violência. É muito importante essa participação. Independentemente do resultado, já é um estímulo para que jovens e crianças queiram participar do projeto”, explicou Bárbara Siqueira, coordenadora geral do Programa Nova Geração.

Gerson da Silva Monteiro Durães de Souza é professor de Inovação e Tecnologia e responsável pelo treinamento dos alunos. Ele destacou que a conquista é fruto do esforço da equipe. “No início eles tiveram algumas dificuldades, mas conseguimos trabalhar bastante e chegar a um ótimo resultado. Pra mim, a participação e o engajamento deles já eram suficientes, independentemente do resultado da classificação. Eu já estava satisfeito só pelo trabalho que realizaram. O projeto apresentado por eles no torneio contribui demais para o desenvolvimento de Niterói”, afirmou o professor.

To Top