Carlos Boechat é agraciado com a Medalha Tiradentes pelo deputado Waldeck Carneiro - cidadedeniteroi.com
Geral

Carlos Boechat é agraciado com a Medalha Tiradentes pelo deputado Waldeck Carneiro

O deputado estadual Waldeck Carneiro concedeu a Medalha Tiradentes e o respectivo diploma”Post Mortem” ao engenheiro e vereador niteroiense Carlos Roberto Boechat, irmão do jornalista Ricardo Boechat. Aos 70 anos, ele foi eleito vereador de Niterói no ano de 2020, pelo PDT, com 2.916 votos. O engenheiro, nascido no Uruguai mas de nacionalidade brasileira, era casado, pai de quatro filhos e avô de dois netos. Como ele mesmo se descrevia, era um apaixonado por animais e pela natureza. Trabalhou como Administrador da Região Oceânica na gestão do Prefeito Rodrigo Neves como prefeito daquela cidade trabalhando em grandes projetos, como a construção do Centro Integrado de Segurança Pública, a Transoceânica e o Túnel Charitas-Cafubá.

“A figura pública de Carlos Boechat ficou um pouco abafada pela grande popularidade que tinha seu irmão, o jornalista Ricardo Boechat, grande nome do jornalismo brasileiro. Mas para quem acompanhou seu trabalho como servidor público, ele foi um dos mais importantes personagens de Niterói nos últimos 40 anos. Sua passagem como gestor da Região Oceânica da cidade, onde vivia com sua família, foi emblemática. Ali se entregou de corpo e alma em todas as frentes de trabalho, como a renovação do Hospital Mário Monteiro e a implantação do Hospital Oceânico, unidade de referência pioneiro no Brasil, e a inauguração de unidades escolares como a Dario Castelo e Áurea Trindade, em Itaipu; Vale Feliz, no Engenho do Mato; e Nina Torres, em Piratininga. Sempre vigilante, fazia tudo com paixão”, lembrou Waldeck, autor da comenda.

Quem foi Carlos Boechat

Trabalhou na Superintendência de Limpeza Urbana de Niterói, atual CLIN, e, como engenheiro civil, atuou em diversas obras de infraestrutura naquela cidade, entre elas: alargamento da Estrada Francisco da Cruz Nunes (parte que dá acesso à Região Oceânica), construção da Estrada Manoel Pacheco de Carvalho (Estrada Velha), abertura do túnel Raul Veiga (que liga São Francisco a Icaraí), alargamento das praias de São Francisco e de Charitas e das ligações entre os bairros do Sapê, Caramujo e Ititioca.

Foi o responsável pelo posto do Detran de Niterói (2008 a 2012) e, de 2013 a 2020, participou da gestão do prefeito Rodrigo Neves, onde atuou como Administrador da Região Oceânica, trabalhando em grandes obras de macrodrenagem e urbanização na Fazendinha, no Cafubá, no Bairro Peixoto, no Boavista e na Av. Romanda Gonçalves (concluídas), além de Santo Antônio, Serra Grande e Maravista (em andamento).

Boechat, como era popularmente conhecido, faleceu em 12 de dezembro de 2020, vítima do novo coronavírus. Sua trajetória profissional se confunde com a história de desenvolvimento da cidade de Niterói. Sempre com muito amor e denodo ao município, contribuiu em diversas áreas e em vários órgãos e entidades públicas. Embora não tenha chegado a assumir o mandato de vereador em Niterói, sonho que acalentou por muitos anos, conquista arduamente obtida em 2020, a Justiça Eleitoral do Rio fez questão de expedir postumamente o seu Diploma de Vereador. Mais do que isso, Boechat se tornou um marco na vida pública de Niterói, notadamente na Região Oceânica, território que abraçou com ardorosa dedicação, digna dos grandes homens públicos.

To Top