Prefeito de Niterói assina decreto para a criação do programa educação animalista - Niterói
Meio ambiente

Prefeito de Niterói assina decreto para a criação do programa educação animalista

Durante a abertura da Semana Municipal de Proteção Animal, nesta terça-feira (5), na Sala Nelson Pereira dos Santos, o prefeito de Niterói, Axel Grael, assinou o decreto para a criação do programa educação animalista nas escolas da rede, mais uma ação que amplia a agenda de políticas públicas voltadas para o tema. Na solenidade também foram apresentados os 16 novos voluntários que integrarão a equipe de proteção animal municipal.

Axel Grael destacou os avanços registrados na cidade com ações desenvolvidas para a proteção animal nos últimos anos. “Vemos hoje o amadurecimento da política pública de proteção animal, que tem sido considerada uma referência nacional. Desde 2015, a gestão municipal sancionou a pioneira Lei Municipal de Proteção e Bem Estar de Animais Domésticos e introduziu várias novas diretrizes e conceitos jurídicos inovadores à causa. Niterói segue avançando e este evento reforça que estamos no caminho certo”, enfatizou.

O responsável pela Coordenadoria Especial de Direitos dos Animais de Niterói, Marcelo Pereira, lembrou que outubro foi instituído o mês da defesa animal. “Sempre procuramos fazer uma política pública sólida para ter uma continuidade como estamos fazendo agora. São diversas iniciativas positivas alcançadas como a criação do Centro de Controle Populacional de Animais Domésticos (CCPAD), inaugurado em 2017, e o Castra Móvel, que em um ano de funcionamento já realizou mais de duas mil cirurgias”, detalhou.

A participação feminina na proteção animal foi o tema de destaque da Semana Municipal de Proteção Animal da Prefeitura. “É muito importante ver o desenvolvimento dessas políticas públicas com a participação da sociedade civil”, pontuou a primeira-dama da cidade, Christa Vogel Grael, que também participou da solenidade de abertura.

A coordenadora de Direitos e Políticas das Mulheres de Niterói (CODIM), Fernanda Sixel, ressaltou como a atuação das mulheres está fazendo diferença na pauta da defesa animal do país.

O evento reuniu também participantes de fora da cidade, de regiões como Minas Gerais, Pantanal e Sergipe. A deputada Kitty Lima (REDE), de Sergipe, foi uma das participantes e contou que está acompanhando as iniciativas realizadas em Niterói. A médica veterinária, Carla Sássi, do Grupo de Resgates de Animais em Desastres, foi outra participante. “Sou ativista desde criança e fundei uma ONG, chamada ONG Anjos, lá realizamos o trabalho de resgate e proteção animal. Vim para o evento falar dos avanços que estamos tendo, dar ideias para estarmos somando experiências”, frisou.

O encontro, que teve a participação da médica veterinária, Fernanda Campista, e da representante da OAB, Camila Prado, também abordou a educação animalista, projetos com pets especiais, e a discussão sobre o avanço das leis em favor dos animais. Outro tema discutido foi a perda de fauna silvestre no Brasil.

A programação contou com o lançamento de mais uma edição da Cartilha de Proteção Animal. Na quinta-feira, dia 7, a Semana Municipal de Proteção Animal terá continuidade no auditório do Caminho Niemeyer, com o Encontro Estadual de Gestores Públicos de Proteção Animal. O evento, que não será aberto ao público, tem o objetivo de contribuir de forma efetiva na elaboração de políticas públicas de proteção animal para o estado do Rio, unindo diferentes setores da gestão pública na esfera municipal para criar uma rede estadual de informações relevantes ao tema.

A Semana Municipal de Proteção Animal terá ainda atividades em uma escola municipal com a nova edição da Cartilha de Proteção Animal e a entrega de novos livros sobre direito dos animais para a Biblioteca Popular de Niterói.

Foto: Luciana Carneiro

To Top