Turismo Náutico de Niterói pode alavancar a economia da cidade - Niterói
Turismo

Turismo Náutico de Niterói pode alavancar a economia da cidade

O turismo náutico é um importante segmento do setor, movimentando uma cadeia produtiva de grande valor no Brasil e no mundo. São viagens ligadas a esportes náuticos, eventos e competições, além de passeios turísticos ligados a diferentes embarcações. Em especial, regiões que contam com litorais recortados e condições de clima favoráveis possuem um alto potencial para o desenvolvimento sustentável desse segmento, como é o caso de Niterói. Foi diante deste contexto que a Universidade Federal Fluminense lançou o projeto Mapeamento e Promoção do Turismo Náutico em Niterói, contemplado pelo Programa de Desenvolvimento de Projetos Aplicados (PDPA), uma parceria com a Prefeitura de Niterói e com a Fundação Euclides da Cunha.

“Niterói cresce a cada ano e explorar seu potencial com consciência sustentável e cultural é uma grande oportunidade. O turismo náutico é uma atividade tradicional no municipio. A cidade possui dez praias, muitas com potencial para ampliação desta modalidade do turismo, prática dos esportes radicais aquáticos, promoção de eventos e passeios de barcos. Este projeto é extremamente importante, principalmente para o desenvolvimento econômico, em um momento em que o município está se recuperando de uma pandemia,” ressalta o reitor da UFF, prof. Antonio Claudio da Nóbrega.

Segundo a coordenadora do projeto, professora Verônica Mayer, a iniciativa objetiva documentar o potencial do turismo náutico em Niterói, avaliar a competitividade da cidade de acordo com o comportamento da demanda e desenvolver um plano estratégico que direcione ações e investimentos no setor. “O projeto pretende auxiliar a compreensão do atual cenário náutico esportivo e de lazer já existentes no município, auxiliando os prestadores de serviço locais e empreendedores a atuarem em um segmento promissor no cenário pós-Covid”, explica Verônica.

Outro aspecto sobre o projeto  é em relação à  proposta de integração da prática de esportes com a atividade turística. “Esta integração propõe o desenvolvimento de uma atividade econômica com baixo impacto ambiental e que dialoga claramente com a história e a cultura náutica bem-sucedida da cidade de Niterói. Além disso, o desenvolvimento de uma prática turística que tenha o esporte por base pode resultar em benefícios adicionais, com a possibilidade da expansão de eventos e atividades de lazer e turismo de bem-estar”, completa pesquisadora.

No mês de julho, o projeto finalizou o mapeamento e o rastreamento físico da oferta náutica de Niterói. A equipe do projeto percorreu toda a orla de Niterói e registrou mais de 220 pontos com atividades náuticas relevantes, que compreendem as marinas, clubes náuticos, clubes de va’a (canoa havaiana), guarderias, escolas de windsurfe, surfe, locais de pesca, passeios turísticos, entre outros. Foram ainda realizadas entrevistas em profundidade com atores-chave do setor náutico na cidade. O resultado é o mapa georreferenciado com a oferta náutica esportiva e de lazer do município.

“Nos primeiros meses nos dedicamos ao levantamento documental da prática náutica da cidade e ao levantamento da literatura nacional e internacional sobre Turismo Náutico, Turismo Marinho e Turismo Marítimo. Esta primeira etapa resultou em um relatório que está disponível em nosso site para consulta. Além disso, escrevemos um capítulo sobre o tema para o livro internacional “Rebuilding And Restructuring The Tourism Industry: Infusion Of Happiness And Quality Of Life” e um artigo aceito no XVIII Seminário ANPTUR 2021” ressalta a coordenadora do projeto.

A equipe do projeto é composta por pesquisadores da Faculdade de Turismo e Hotelaria, do Mestrado em Turismo e do Departamento de Departamento de Empreendedorismo e Gestão da Faculdade de Administração e Ciências Contábeis da UFF.

To Top