Niterói lamenta as mais de 500 mil mortes por Covid-19 no Brasil - Niterói
Cidade

Niterói lamenta as mais de 500 mil mortes por Covid-19 no Brasil

O Brasil ultrapassou neste sábado (19), a marca de 500 mil mortos pela Covid-19. No mesmo dia em que o país registra o marco de 500 mil mortes, milhares de manifestantes foram às ruas em várias cidades do país em um novo protesto contra o governo do atual presidente Jair Bolsonaro. Os atos pedem o impeachment do presidente da República, a extensão do auxílio emergencial de R$ 600 e a aceleração da vacinação em meio a críticas à gestão da pandemia no Brasil. No Rio a concentração começou às 10h deste sábado na estátua do Zumbi de Palmares, na Praça Onze. Pouco depois das 11h, a população que manifestava começou a caminhada pela Avenida Presidente Vargas, ocupando três faixas, em direção à Candelária.

Os organizadores pediram para que as pessoas mantivessem o distanciamento e usassem máscara de proteção. O cantor e compositor Chico Buarque, que completa 77 anos neste sábado, foi ao protesto.

O prefeito de Niterói, Axel Grael, desabafou nas redes sociais, “A marca de 500 mil mortos pela pandemia no Brasil é emblemática. São 500 mil histórias interrompidas. É como se uma cidade do porte de Niterói tivesse sua população completamente dizimada. São milhares de Paulos Gustavos, Nicetes, Carlos, Brunos, Neuzas e Otávios. Milhões de pessoas sem seus filhos, pais, avós, irmãos, tios, amigos… É incalculável o número de mortes que poderiam ter sido evitadas se o Governo Federal tivesse adotado uma postura responsável diante da pandemia, que também deixou milhões de desempregados e levou outros tantos à extrema pobreza. É hora de buscarmos forças para seguir em frente, cobrando e fazendo nossa parte. Esta guerra, infelizmente, ainda não acabou. Precisamos evitar aglomerações, manter o possível de distanciamento e usar máscara. Quando chegar a sua vez, vacine-se com o imunizante que tiver no posto. Precisamos, o mais rápido possível, alcançar o maior número de vacinados. E não deixe de tomar a segunda dose. Não banalize a morte. Valorize a vida! A sua e a de quem você ama!”

O ex-prefeito Rodrigo Neves, também fez um desabafo mais cedo, para Neves o Brasil poderia ter sido um bom exemplo na condução de políticas públicas de enfrentamento e combate à pandemia “Infelizmente o nosso país deve atingir hoje o triste registro de 500 mil mortes pelo Covid-19. Em todos estudos comparados no mundo é um dos piores resultados no enfrentamento à pandemia. Poderíamos ter sido um bom exemplo, mas pelo negacionismo e incompetência, temos uma tragédia.”

To Top