Praia do Sossego, em Niterói, é classificada para receber a Bandeira Azul - Niterói
Cidade

Praia do Sossego, em Niterói, é classificada para receber a Bandeira Azul

Próxima etapa rumo à certificação será a avaliação do júri internacional, em setembro. Se for aprovada, praia receberá a bandeira em novembro

A Praia do Sossego, entre Piratininga e Camboinhas, na Região Oceânica de Niterói, foi classificada pelo júri nacional para receber o certificado internacional de sustentabilidade Bandeira Azul. Um dos recantos mais belos da cidade está na lista de 22 praias brasileiras pré-aprovadas para ganhar o prêmio na temporada 2021/2022. A lista foi divulgada pelos organizadores na noite da última terça-feira (08). Em maio, o prefeito de Niterói, Axel Grael, e o secretário de Meio Ambiente, Recursos Hídricos e Sustentabilidade (SMARHS), Rafael Robertson, assinaram o termo de compromisso do município para adesão ao programa internacional.

Os classificados terão a sua candidatura encaminhada ao júri internacional, que se reúne em setembro para a escolha dos contemplados. A divulgação final dos resultados será realizada em outubro e a cerimônia de entrega das bandeiras acontece em novembro, no início da temporada de verão no Hemisfério Sul.

“Estamos muito orgulhosos com a classificação nacional da Praia do Sossego para receber a Bandeira Azul. Estar na lista que também inclui praias de diversas regiões do Brasil nos faz ter a certeza de que estamos no caminho certo para a gestão sustentável deste paraíso da nossa cidade. Estamos investindo em melhorias de infraestrutura turística, acessibilidade e restauração ecológica. Vamos tornar a praia melhor para os turistas e niteroienses, além de mantê-la mais preservada e organizada para as atuais e futuras gerações”, explica o secretário de Meio Ambiente, Recursos Hídricos e Sustentabilidade (SMARHS), Rafael Robertson.

O programa Bandeira Azul, credenciado pelas Organizações das Nações Unidas (ONU) e Unesco, é a maior premiação global dedicada à certificação da gestão de praias, marinas e embarcações de turismo que possuam um elevado grau de gestão ambiental e preservação do ecossistema como um todo, incluindo marítimo e da Mata Atlântica que esteja no entorno.

O prêmio é conferido aos candidatos pelo Instituto Ambiente em Rede, uma organização não-governamental que, entre outras coisas, tem como objetivo preservar ecossistemas naturais, sítios de valor histórico e cultural ameaçados, conservar ecossistemas naturais e promover modelos de uso sustentável, com educação ambiental, podendo promover o desenvolvimento de turismo sustentável em áreas de água doce e marinhas, incentivando os locais a alcançarem padrão de qualidade.

“Esse é um passo muito importante para alcançarmos nosso objetivo ao final do ano. O hasteamento da Bandeira Azul na Praia do Sossego colocará Niterói em destaque na rota do Ecoturismo Internacional”, afirma o subsecretário de Sustentabilidade, Allan Cruz, coordenador do programa na SMARHS.

Entre os critérios para que uma praia receba a certificação estão: as atividades de educação ambiental devem ser oferecidas e divulgadas aos usuários da praia; informações sobre a qualidade da água devem ser apresentadas; informações relativas a ecossistemas locais, fenômenos naturais, áreas naturais sensíveis e áreas de importante valor cultural ser disponibilizadas; um mapa da praia deverá ser disponibilizado; a praia deve cumprir completamente os requisitos de amostragem e frequência da qualidade da água; a praia deve estar limpa; não deverá haver camping, circulação de veículos ou depósito de entulhos não autorizados na praia; os sanitários devem ter destino final adequado dos dejetos e das suas águas residuais; todas as edificações e equipamentos na praia devem estar em boas condições de conservação; devem ser implementadas medidas apropriadas de segurança pública.

O Júri Nacional Bandeira Azul é composto por representantes dos ministérios da Educação e do Meio Ambiente, a Secretaria de Coordenação e Governança do Patrimônio da União do Ministério da Economia, do Ministério do Turismo, do Instituto Ambientes em Rede, da Associação Náutica Brasileira (ACATMAR), a Agência Brasileira de Gerenciamento Costeiro, da Fundação SOS Mata Atlântica, da Sociedade Brasileira de Salvamento Aquático (SOBRASA) e a Associação Nacional de Órgãos Municipais de Meio Ambiente (ANAMMA). Anualmente, as entidades se reúnem para definir as praias, marinas e embarcações de turismo qualificadas ao prêmio e que serão submetidas ao Júri Internacional.

Obras de adequação

Entre as intervenções realizadas na Praia do Sossego, estão a construção de uma escada de pedra (bioconstrução, utilizando pedras de mão) de acesso à praia com guarda corpo e áreas de descanso, mirantes de contemplação acessível a cadeirantes e sistema de infraestrutura verde com jardins de chuva como forma de manejo de águas pluviais.

Está em andamento a construção do pórtico de entrada em madeira, colocação de lixeiras, sinalização para educação ambiental e paraciclos, container com posto destacado para a Guarda Ambiental, banheiro acessível, lava-pé e chuveirão.

Foto: Arquivo / cidadedeniteroi.com

To Top