Flanelinhas acusados de extorsão no acesso ao Corcovado são presos - Niterói
Polícia

Flanelinhas acusados de extorsão no acesso ao Corcovado são presos

A Delegacia Especial de Atendimento ao Turista (Deat) e várias unidades especializadas da Polícia Civil realizam, nesta terça-feira (27), a Operação Redentor contra flanelinhas que cobram estacionamento de forma extorsiva na Praça São Judas Tadeu, no Cosme Velho, no acesso ao Corcovado, Zona Sul carioca. Cinco pessoas foram presas até o momento. A ação tem como objetivo cumprir mandados de prisão.

De acordo com as investigações, os acusados agiam no local cobrando estacionamento de visitantes do Cristo Redentor por meio de coação, violência e ameaças. Por conta disso foram indiciados e denunciados por associação criminosa e extorsão.

A 1ª fase da operação aconteceu em setembro do ano passado, quando os agentes prenderam dez pessoas. Na ocasião, a Guarda Municipal da Prefeitura do Rio e o Batalhão de Policiamento em Áreas Turísticas (BPTUR) da Polícia Militar apoiaram a iniciativa.

Após essa primeira ação, um inquérito foi instaurado para desbaratar a quadrilha. Durante a investigação, turistas prestaram depoimentos, e provas e vídeos que flagraram a ação dos flanelinhas foram coletados

To Top