Escolas municipais retomam aulas presenciais em Niterói - Niterói
Cidade

Escolas municipais retomam aulas presenciais em Niterói

A primeira fase de implantação do ensino híbrido (aulas presenciais e em formato remoto) na Rede Municipal de Niterói começou nesta terça-feira (27). O formato semipresencial está sendo adotado, de forma gradual, em sete escolas nesta semana e em mais sete unidades na próxima segunda-feira (03). A reabertura das unidades segue regras estabelecidas no Plano de Retomada das aulas que prevê o distanciamento social entre os alunos, uso de máscara de proteção obrigatória, além de revezamento entre os estudantes. O ensino híbrido não é obrigatório e, a cada semana, novas turmas e escolas poderão ser reabertas.

O prefeito de Niterói, Axel Grael, acompanhou de perto a retomada das aulas nesta terça-feira, “Visitei hoje a UMEI Darcy Ribeiro, em Charitas, que retomou as aulas presenciais do Ensino Infantil seguindo todos os protocolos sanitários. Foi emocionante ver os professores e os alunos felizes em retornar para a escola. É o caso da pequena Mariana, que voltou às aulas muito animada! Essa retomada acontece de maneira híbrida. Na UMEI Darcy Ribeiro, metade das crianças, de 5 anos, estudam de manhã e a outra metade à tarde, com 3 horas de aula em cada turno. Estamos anunciando hoje o crédito para os professores poderem comprar equipamentos de informática de maneira que eles possam participar, da melhor forma, dos sistemas online. Os alunos também receberão equipamentos. Niterói está se esforçando para que o cotidiano escolar volte o mais rápido possível, de maneira responsável e comprometida.”, o prefeito completou parabenizando o trabalho desenvolvido pelo secretário municipal de educação “Parabéns ao secretário Vinicius Wu e toda a sua equipe pelo incansável trabalho!”.

Os protocolos de retorno às aulas semipresenciais seguem as especificidades de cada unidade, com as regras estipuladas de acordo com o documento “Diretrizes para a Construção dos Planos Locais de Retorno às Atividades Presenciais da Educação Municipal de Niterói”, divulgado no ano passado. Cada escola é responsável por limitar o número de alunos em sala, com a capacidade de até 50% das turmas ocupadas.

Nesta terça-feira (27), retornaram as unidades: EM Levi Carneiro (2° ano), em Pendotiba; E.M. Governador Roberto Silveira (1° ano), Morro do Castro; e a E. M. Prof. André Trouche (1° ano), no Barreto; a UMEI Renata Gonçalves Magaldi, no Fonseca (GREIS 4 e 5); UMEI Profª Nina Rita Torres, em Piratininga (GREI 5); UMEI Jacy Pacheco, no Barreto (GREI 5); e UMEI Darcy Ribeiro, em Charitas (GREI 5).

Já no próximo dia 3 de maio, é a vez da E.M. Anísio Teixeira (1° ano), em São Domingos; E.M. Maestro Heitor Villa-Lobos (1° ano), na Ilha da Conceição; UMEI Vinícius de Moraes (GREI 5), no Sapê; UMEI Rosalda Paim (GREI 5), no Centro, UMEI Eduardo Campos (GREI 5), Maria Paula; e UMEI Regina Leite Garcia (GREI 5), no Fonseca.

Vale ressaltar que o ensino híbrido não é obrigatório no município, uma vez que o formato remoto continuará sendo oferecido. As aulas presenciais terão duração reduzida, de três horas diárias. No Ensino Fundamental 1, será em revezamento semanal, separado em dois grupos. Já na Educação Infantil, as crianças poderão ir para a escola todos os dias; em caso de unidades com tempo integral, os alunos serão divididos em grupos nos turnos da manhã ou da tarde.

To Top