Defesa Civil de Niterói propõe integração entre os principais órgãos locais - Niterói
Cidade

Defesa Civil de Niterói propõe integração entre os principais órgãos locais

A Secretaria Municipal de Defesa Civil e Geotecnia de Niterói se reuniu, na última quinta-feira (15), com representantes das concessionárias Águas de Niterói, ENEL e Naturgy,  e representantes da Ecoponte, do Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Rio de Janeiro, da Marinha do Brasil e do Exército Brasileiro para apresentar uma proposta de criação de Gabinete de Gestão Integrada de Proteção e Defesa Civil. O objetivo é agilizar o processo de respostas para minimizar danos em casos de incidentes ou desastres de médio e grande porte, especialmente de caráter geológico e hidrológico, que possam ocorrer em função do relevo do município.

De acordo com o secretário Walace Medeiros, a sugestão seria a integração entre as principais forças e representantes dos órgãos locais. “Primeiramente, analisei os órgãos que poderiam somar nessa articulação com a União e o Estado, como Exército, Marinha, Corpo de Bombeiros e as concessionárias que atuam na cidade, que já interagem em conjunto com a prefeitura”, destacou o secretário.

Ricardo Macedo, coronel do Corpo de Bombeiros, apontou que, “apesar de a Defesa Civil de Niterói ter uma excelente estrutura, juntamente com os demais órgãos municipais que compõem o Sistema de Proteção e Defesa Civil de Niterói, o Estado e a União precisam ter a capacidade de apoiar e fortalecer o sistema através de recursos e ações específicas de suas respectivas organizações”. O coronel ressaltou que atender a população da melhor forma é o maior objetivo e, por isso, a importância de somar forças dos três poderes.

O diretor do Centro de Hidrografia da Marinha, o comandante Marcelo Reis, destacou que as competências da sua unidade em Niterói, como mapeamento e verificação de previsões ambientais e oceanográficas, podem contribuir de forma efetiva com o Gabinete de Gestão Integrada, facilitando o acesso a cada um dos órgãos envolvidos às informações. “Niterói é a primeira cidade do Rio de Janeiro a ter essa iniciativa, que só trará benefícios à população”, destacou o coordenador da Regional Metropolitana da Defesa Civil Estadual, tenente-coronel bombeiro militar Mozart, sobre a implantação de uma gestão integrada de proteção.

Durante a reunião, o tenente-coronel Walfrido, representante do Exército, enfatizou a relevância do apoio da Marinha e do Exército à gestão integrada pelo histórico e perfil de apoio à população em grandes catástrofes.

A integração faz parte do que prevê a Política Municipal de Defesa Civil, sancionada em 2020, que coloca a Secretaria na coordenação do Sistema Municipal de Proteção e Defesa Civil que deve agregar os recursos das áreas pública e privada. Além disso, essa é uma das metas propostas para os primeiros 100 dias da atual gestão.

To Top