Preso em Piratininga um dos maiores traficantes de armas do mundo - Niterói
Polícia

Preso em Piratininga um dos maiores traficantes de armas do mundo

A Secretaria de Estado de Polícia Civil (Sepol) do Rio de Janeiro, por meio da Divisão de Capturas e Polícia Interestadual (DC-Polinter), prendeu, nesta quarta-feira (21/04), João Filipe Barbieri, um dos maiores traficantes de armas do mundo. O criminoso estava preso, mas conseguiu fugir da cadeia por meio de um de alvará falso, em novembro de 2020. Ele foi localizado em Piratininga, na Região Oceânica de Niterói.

João Filipe Barbieri era um dos principais integrantes da quadrilha, responsável por enviar milhares de fuzis para o Brasil. Segundo as investigações, as armas eram escondidas em aquecedores de piscina. Ele foi preso, em 2017, e estava em um presídio em Bangu. Em um esquema criminoso, o bandido conseguiu fugir da cadeia com um alvará falso.

A Polícia Civil iniciou as investigações e diligências para capturar Barbieri. Por meio de troca de informações com a Secretária de Estado de Administração Penitenciária (Seap), os agentes monitoraram o criminoso e descobriram seu esconderijo.

“A prisão foi muito importante e foi uma resposta rápida da Polícia Civil, uma vez que não poderíamos deixar esse criminoso em liberdade para, consequentemente, voltar a abastecer comunidades do Rio de Janeiro com armas de fogo” destacou o diretor do Departamento-Geral de Polícia Especializada (DGPE), delegado Felipe Curi.

De acordo com o titular da DC-Polinter,delegado Mauro César, o bandido esteve em São Paulo, Minas Gerais e Espírito Santo antes de voltar ao Rio para tentar receber uma quantia em dinheiro.

“Com o desmantelamento do esquema, o criminoso acabou ficando sem dinheiro e voltou para cobrar uma dívida de uma negociação antiga. As equipes monitoraram e esperaram o melhor momento para prendê-lo, sem nenhum efeito colateral” pontuou Mauro César.

Já o secretário de Estado de Administração Penitenciária, Raphael Montenegro, destacou a integração e a troca de informações de inteligência entre a Polícia Civil e a Seap, que culminaram na prisão de Barbieri e de outros bandidos envolvidos no esquema de emissão dos falsos alvarás e na desarticulação da quadrilha.

To Top