Vasco encerra tabu, derrota Flamengo e segue vivo no Carioca - Niterói
Esportes

Vasco encerra tabu, derrota Flamengo e segue vivo no Carioca

O tabu chegou ao fim. Nesta quinta-feira (15), o Vasco da Gama derrotou o Flamengo por 3 a 1, no Maracanã, pela 9ª rodada da Taça Guanabara do Campeonato Carioca, encerrando um jejum de 17 jogos sem vitórias sobre o maior rival.

Apesar de o primeiro lance de perigo ter sido do Flamengo (cabeçada do atacante Bruno Henrique, por cima do gol, aos três minutos), foi o Vasco que abriu o placar. Aos cinco minutos, Zeca bateu escanteio e o também lateral Léo Matos, de cabeça, mandou para as redes. Com o Cruzmaltino bem postado na defesa, o Rubro-Negro só conseguiu assustar novamente aos 25 minutos, em chute cruzado, de bico, do atacante Gabriel, à direita da meta. Na sequência, aos 27, Germán Cano recebeu do também atacante Morato e aumentou.

Pouco antes do intervalo e logo no início da segunda etapa o goleiro Lucão brilhou, defendendo finalizações de Bruno Henrique e do volante Gerson. O Flamengo intensificou a pressão. O atacante Vitinho acertou a trave aos cinco minutos. Aos nove, Lucão salvou o chute de primeira do meia Everton Ribeiro na área. Aos 15, evitou a cabeçada de Bruno Henrique, após cruzamento do lateral Filipe Luis pela esquerda. Vitinho e Gerson também insistiram, mas fracassaram na pontaria.

O Vasco foi novamente eficiente. Aos 32 minutos, o meia Matías Galarza lançou Morato, que escapou de Filipe Luis e fez o terceiro gol cruzmaltino. O Flamengo ainda tentou descontar. Aos 41, Gabriel parou em Lucão (de novo). Nos acréscimos, enfim, o Rubro-Negro balançou as redes com Vitinho, na sobra de um chute do meia Diego, que desviou na marcação.

De última hora

Horas antes de a bola rolar no Maracanã, o Flamengo informou que o meia Giorgian De Arrascaeta estava fora do clássico. O clube informou que o uruguaio reclamou de dores no tornozelo direito após a conquista da Supercopa do Brasil, no domingo (11), e foi submetido a um exame de imagem, que constatou uma entorse no local.

Agência Brasil

To Top