Cidade

Prefeitura de Niterói recua nas regras de bloqueio da cidade

O Prefeito de Niterói fez uma live no facebook na noite da última quarta-feira, 1º de Abril, onde anunciou medidas inventadas por ele e sua equipe que determinavam segundo informações divulgadas na live a restrição da entrada de pessoas de municípios vizinhos em Niterói, com exceção de moradores e trabalhadores de serviços essenciais, mediante comprovação (crachá ou carteira de trabalho), o transporte público intermunicipal ficaria restrito a 25% de sua capacidade apenas, e ainda seriam instaladas 21 bloqueios com barreiras de concreto. Confira os vídeos com estes anúncios abaixo:

Neste vídeo Rodrigo Neves anuncia a medida inventada:

Neste vídeo Renato Barandier, anuncia que 21 bloqueios terão barreiras de concreto:

Leia também: Aras quer que STF garanta tráfego entre estados e municípios +

Leia também: Prefeitura de Niterói e os Microempreendedores Individuais (MEI) “não aptos ao benefício” +

Após anunciar que bloquearia o acesso de pessoas de municípios vizinhos na cidade, a Prefeitura de Niterói apagou uma postagem nas redes sociais que divulgava o plano do prefeito e informou que apenas táxis de cidades limítrofes terão circulação proibida, e ônibus intermunicipais passarão por uma redução para 30% da frota.

As medidas passam a valer a partir do próximo sábado (04) até 18 de abril. Segundo o comunicado da prefeitura, serão montados pontos de bloqueio com agentes de trânsito e das forças públicas. Caminhões e transportes de carga não sofrerão restrições para fazer entregas.

Confira a postagem apagada:

Postagem apagada

Confira na íntegra o conteúdo da nova postagem:

“Niterói inicia plano de restrição de circulação com municípios limítrofes a partir deste sábado (4)

A Prefeitura de Niterói inicia o plano para reduzir a circulação de pessoas. Nesta primeira etapa do planejamento, entre 4 e 18 de abril, será proibida a circulação de táxis de municípios limítrofes e determinada a redução para 30% de ônibus intermunicipais no Terminal Municipal João Goulart. Hoje, o movimento já está reduzido a 45%. Serão montados pontos de bloqueio com agentes de trânsito e das forças públicas. Os caminhões e transportes de carga não sofrerão restrições para fazer entregas. A medida é essencial para manter o isolamento social. As próximas duas semanas serão críticas na propagação do coronavírus e por isso é preciso seguir a quarentena. Com esta etapa de restrições, será verificada a curva de expansão da epidemia em Niterói e nas cidades vizinhas para eventualmente adotar as outras medidas. Outra importante medida a ser implementada no combate à Covid-19 é o Projeto de Lei que será encaminhado nessa quinta-feira (2) à Câmara de Vereadores para ser votado que define o aporte financeiro de recursos da cidade para a implementação de um hospital de campanha em São Gonçalo com 200 leitos. Prosseguiremos com ações de sanitização pelas comunidades e bairros da cidade, além da entrega dos 80 mil kits de higiene para famílias atendidas pelo Médico de Família. FIQUEM EM CASA para que mais vidas sejam salvas.”

Nova postagem

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

To Top