Cidade

CDL promove reunião entre empresários da Região Oceânica e o Consórcio TransOceânica para solucionar problemas criados pelas obras

CIDADE – A Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Niterói promoveu nesta sexta-feira, 7, uma reunião entre empresários da Região Oceânica e os responsáveis pelo gerenciamento da obra da TransOceânica. O encontro serviu para orientar os comerciantes sobre o andamento das obras, esclarecer dúvidas sobre o projeto e aumentar a proximidade dos lojistas com os responsáveis pela administração dos serviços, favorecendo a comunicação e a compreensão das necessidades dos comércios impactados pelas ações.

Com a presença do vice-presidente da CDL, Luiz Vieira, do secretário de Obras, Vicente Temperini, do diretor de obras da Empresa Municipal de Moradia Urbanização e Saneamento (Emusa), Lincoln Thomaz da Silveira, e do diretor de operações da Niterói Transporte e Trânsito (NitTrans), coronel Alexandre Cony, os empresários puderam discutir sobre as principiais dificuldades que vem sendo enfrentadas por conta das obras. Entre as demandas estavam as interdições de ruas, prazos das intervenções, situação de calçadas e estacionamentos, acesso aos comércios localizados no trecho da obra e problemas de drenagem em diversas ruas da região.

Reunião CDL Niterói (2)

As intervenções do projeto de mobilidade foram divididas por etapas, e dentro de cada uma delas estão definidos trechos, que correspondem à altura do trajeto em que estão sendo feitas as interdições. Sendo assim, para uma melhor discussão das dificuldades encontradas pelos moradores e comerciantes de cada área, ficou estabelecido que, de acordo com o andamento das obras, novas reuniões serão realizadas.

Outras alternativa de contato com a administração dos serviços divulgada durante a reunião são os comunicados, que podem ser feitos na Secretaria Regional da Região Oceânica, localizada no 1º andar do prédio do Centro Integrado de Segurança Pública (Cisp), na Estrada Francisco da Cruz Nunes, 6515, em Itaipu; na base de funcionamento do Consórcio TransOceânica, que fica na Avenida Francisco Gabriel de Souza Lobo, 218, em Piratininga; e também através da assessoria e da ouvidoria da Prefeitura.

Segundo o secretário de Obras, todas as informações, sugestões e reclamações feitas nesses canais são recebidas e discutidas, sendo estabelecido um contato com as pessoas que fizeram a comunicação, tudo com o intuito de melhor atender as demandas e gerenciar o projeto da TransOceânica.

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

To Top