Morre João Sattamini, proprietário de cerca de 1,3 mil peças do acervo do MAC

Morreu na manhã de ontem(20), aos 85 anos, João Sattamini, um dos maiores colecionadores de arte do Brasil. Nos últimos dois meses, ele estava internado no Hospital Pró-Cardíaco, em Botafogo, na Zona Sul do Rio.

Com cerca de 1.300 peças, a coleção Sattamini reúne obras de Hélio Oiticica, Lygia Clark, Frans Krajcberg, Ivens Machado, Maria Leontina, Milton Dacosta, Jorge Guinle, Wanda Pimentel, Ernesto Neto, Antonio Dias, Aluísio Carvão, entre muitos outros nomes consagrados da arte brasileira. O acervo fica em Niterói, no Museu de Arte Contemporânea (MAC), obra de Oscar Niemeyer, criado justamente para abrigar a coleção.

Como disse Sattamini: “Uma coleção só existe se puder ser vista, comparada com as outras, analisada em suas possíveis deficiências e na sua dinâmica de crescimento. Ela deve servir para que artistas a usem em seu processo de aprendizado, além de instrumento para a permuta entre instituições para suas exposições. Neste caso, Niterói, cidade intrinsecamente ligada à cultura, poderá ter acesso ao que de melhor puder ser mostrado em termos de artes”.

O Prefeito de Niterói, Rodrigo Neves em nota lamentou a perda, “João Santamini sempre teve uma sensibilidade extraordinária, além de ter sido uma pessoa muito agradável e de grande cultura. Sempre foi um parceiro de Niterói. Todos sentimos muito sua partida. Minhas condolências a esposa, filhos e família”, disse o prefeito.

Foto: Reprodução(João Sattamini)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Inline
Inline