Museu Janete Costa oferece atividades para o público infantil, no mês das crianças

No mês das crianças, o Museu Janete Costa de Arte Popular apresenta uma programação especial para este público: o “Arte Popular para Crianças”, que acontece nos dias 20 e 21 de outubro, sábado e domingo, respectivamente. O programa, gratuito, tem como objetivo oferecer um encontro mensal, com vivências, oficinas, atividades lúdicas e brincadeiras especialmente elaboradas a partir das exposições em temporada.

Divulgação

Atividades:

Sábado, 20 de outubro:

10h30: ‘Cozinhando boas histórias’ – na atividade, Cristina Pizzotti leva uma história performática. O público é convidado a degustar um alimento típico da estação, sugerindo a inclusão de sabores nutritivos e saudáveis na dieta dos pequenos. Haverá, ainda, a distribuição de uma receita de preparo simples para que todos possam compartilhar histórias na oficina ‘Gosto Popular’.

11h: Espetáculo musical infantil ‘Mário, mar e o amor’ – peça teatral para crianças criada por Leonardo Simões, a partir de uma sequência de músicas sobre o mar. Costurada por canções da cultura popular e de diversos compositores da MPB, a história mostra as aventuras de Mário, que se lança ao mar em busca de um tesouro, deixando na praia sua amada Ana Rosa. Na despedida, ela o presenteia com um anel como prova de seu amor. Mário passa por diversos desafios: ataques de tubarões, de piratas e violentas tempestades. Após naufragar, acorda numa ilha hostil, onde aparece uma velha senhora, a Sinhá Zepha, que lhe dá várias lições e o anima a reencontrar o caminho em busca de seu verdadeiro tesouro.

13h: ‘Musicalização para bebês’ – Delfina Vaz oferece uma atividade para bebês, entre 9 meses e 3 anos, vivenciarem atividades com músicas próprias para silabação, coordenação motora e socialização. (Limite de 10 bebês).

14h: ‘Capoeira para crianças’ – O Grupo Senzala, Núcleo Mestre Ratto vai apresentar uma oficina de capoeira com crianças de 6 a 12 anos de idade.

15h: ‘Cocairé – Boizinho de Pindoré’ – No bumba-boi identificamos 5 diferentes sotaques, definidos pelos ritmos, instrumentos, indumentárias, danças, personagens de Zabumba e religiosidade. O sotaque de Pindaré, característico da Baixada Maranhense, é um dos mais encantadores e apresenta toadas com ritmo mais lento que as dos outros sotaques. Os instrumentos são pandeirões, caixas, tambores-onça, maracás e matracas. Dentre as personagens, encontram-se os rajados, os cazumbas, as índias, o amo e os vaqueiros. A Oficina propõe a criação de um Boi, sotaque Pindaré, formado exclusivamente por crianças: O Boizinho Pindaré Mirim.

15h30: Show com o Tio Leo Braz – Leonardo Braz é multi-instrumentista, graduado em Licenciatura Plena com Habilitação em Música e Pós Graduado em Educação Infantil. Integra círculos da música erudita e popular, além de reger coros e orquestras infanto-juvenis em instituições educacionais públicas e privadas.

Domingo, 21 e outubro:

11h: ‘Mário, mar e o amor’ – reapresentação do Espetáculo musical infantil.

 

SERVIÇO:

Arte Popular para Crianças

Dias 20 e 21 de outubro, sábado e domingo, respectivamente

Horários: vide a programação acima

Local: Museu Janete Costa de Arte Popular

EndereçoRua Presidente Domiciano, 178, Boa Viagem – Niterói – RJ

Entrada gratuita

Os pais devem acompanhar os filhos durante as atividades

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Inline
Inline