Marcos Ariel homenageia os 60 anos da Bossa Nova

Como parte do projeto Arte na Rua, a varanda do Centro Cultural Paschoal Carlos Magno recebe, neste domingo, 12 de agosto, às 11h, o pianista Marcos Ariel com um espetáculo em homenagem aos 60 anos da Bossa Nova. Além de clássicos do Maestro Tom Jobim, Ariel traz no roteiro alguns clássicos do Choro e do Jazz, além de composições autorais. A entrada é franca e a classificação etária, livre.
Sempre interagindo com a platéia, no seu show, o músico vai narrando fatos e curiosidades sobre o repertório e a história da Bossa Nova. Ariel, que lançou em 2003 o CD “Piano com Tom Jobim”, vai relembrar os caminhos harmônicos amplos e o jogo de contrapontos da obra jobineana, executados com seu característico despojamento e colocando sua estampa pessoal em cada interpretação.
O artista
Pianista, flautista e compositor, Marcos Ariel iniciou sua carreira profissional em 1976, como flautista e pianista do Grupo Cantares. Em 1981, com o álbum “Bambu”, o artista foi contemplado com o Prêmio Chiquinha Gonzaga. Lançou diversos outros trabalhos na década de 80, e participou do Free Jazz Festival em São Paulo (1986) e Rio (1987). Com a repercussão alcançada pelo disco “Terra de Índio” no exterior, começou também a se dedicar à carreira internacional. Na década de 90, lançou 4 discos nos EUA, alcançando sempre ótima colocação nas paradas das FMs norte-americanas.
Paralelamente ao seu trabalho solo, atuou, de 1986 a 1991, com a Banda Zil, ao lado de Zé Renato, Claudio Nucci,  Ricardo Silveira, Zé Nogueira, Jurim Moreira e João Batista. Gravou, com a banda, o LP “Zil”. Lançou, na década de 1990, os CDs “Hand dance” (1992), “Duo “1” (1994), com o guitarrista Victor Biglione, “Piano” (1996) e “My only passion” (1998), registrando músicas de sua autoria.  Em 2000, gravou o CD “Piano com Tom Jobim”, interpretando obras do compositor, como “Luíza” e “Lígia”, entre outras. Ainda nesse ano, lançou os CDs “Marcos” e “Visconde de Mauá por Marcos Ariel”.
Em 2004, em parceria com o saxofonista canadense Jean Pierre Zanella, o artista participou do CD “Diplomatie”. No ano seguinte, lançou o CD “Marcos Ariel & Tigres da Lapa”, ao lado de José Paulo Becker (violão) e Beto Cazes (percussão), e com a participação especial de Juarez Araújo (sax tenor) e Henrique Cazes (cavaquinho).
Ao lado de João Baptista (contrabaixo), Ricardo Silveira (guitarra) e Jurim Moreira (bateria), lançou, em 2007, o CD “4 Friends” e em 2011, seu álbum “Terra de Índio” foi reeditado em CD. Já em 2013, apresentou-se no Studio RJ (RJ), dentro do Festival Jazzmania 30 anos.
Serviço:
Marcos Ariel homenageia os 60 anos da Bossa Nova
Data: 12 de agosto, domingo
Horário: 11h
Classificação indicativa: Livre
Local: Centro Cultural Pascoal Carlos Magno – CPCM (varanda)
Endereço: Rua Lopes Trovão, s/n, Icaraí (Campo de São Bento)
ENTRADA FRANCA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *