Orçamento do Estado para 2019 deverá contemplar repasse de verbas para a Faperj e ensino a distância

A Comissão de Orçamento da Alerj aprovou por unanimidade, no dia 12/6, emenda apresentada pelo deputado Comte Bittencourt que prevê a transferência de verba mensal, através de duodécimos, para a Faperj (Fundação Carlos Chagas de Apoio à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro) e para o Consórcio Cederj/Cecierj, braço responsável pelo ensino a distância no estado. A Emenda Aditiva foi incluída na redação final da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) 2019, que será votada no plenário da Casa nos próximos dias.

“É urgente preservar a ciência, a tecnologia e a inovação do Rio de Janeiro para além das universidades estaduais. A Faperj e o consórcio Cederj/Cecierj fazem parte desse conjunto de instituições mantidas pelo estado que representa o esforço da expansão do conhecimento. Nesses últimos dois anos, por exemplo, a Fundação não realizou nenhum novo edital de pesquisa, pois só recebeu recursos para o pagamento de bolsistas e da administração. Pretendo com essa iniciativa garantir a execução orçamentárias das duas instituições de maneira regular, através dos duodécimos”, explica o parlamentar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Inline
Inline