André Barroso relança livro em noite de autógrafos em Niterói

O bom filho não nega suas origens. Depois de lançar seu mais novo livro, “Codinome: Boto – Biu Olho Azul e outras histórias”, no Rio, o cartunista niteroiense André Barroso recebe os amigos e leitores em sua cidade natal no próximo dia 25, para uma noite de autógrafos e bate-papo. O relançamento da obra em Niterói será na Conexões Coworking, na Rua Luiz Leopoldo Fernandes Pinheiro, 521/805, no Centro, a partir das 18h. Interessados podem reservar o livro pelo e-mail andrelbarroso@yahoo.com.br para recebê-lo das mãos do autor.

Animal da fauna brasileira cercado de mitos no Norte do país, o boto retratado no livro é um herói anônimo que ajuda a polícia a capturar bandidos. Uma nova roupagem à lenda do animal que se transforma em homem para engravidar as moças. Em uma ilha fictícia no interior do Estado do Rio, ele, o boto, ajuda a caçar um perigoso traficante e a desbaratar sua quadrilha.

O livro é uma compilação de histórias em quadrinhos publicadas nos grandes diários brasileiros e internacionais. O boto é o protagonista tanto da história principal quanto das tiras de humor. Material com muito humor para jovens e adultos. Prefácio do colunista do Estadão e atual presidente da Associação de Críticos de Cinema do Rio de Janeiro. Editora DataCoop, encadernação em brochura, R$ 40,00.

Sobre o autor

André Barroso é artista multimídia: artista plástico, cartunista e músico. Começou cedo, aos 10 anos, quando estudava no tradicional Centro Educacional de Niterói e fez na escola um jornal em que divulgava seus quadrinhos. Não parou mais. Quando entrou para a faculdade de Arquitetura da UFRJ, passou colaborar com várias publicações da cidade e depois trabalhou para vários jornais do país, em revistas e até na TV. Ganhou prêmios no Brasil e no exterior.

Em Niterói, onde continua morando, é de sua autoria um dos painéis do muro na entrada do túnel Charitas-Cafubá. Sua obra, “Arqueologias dos afetos por Niterói”, foi uma das dez escolhidas em concurso da prefeitura para adornar o local. O traço de Barroso também foi um dos escolhidos recentemente para compor o livro em comemoração aos 85 anos de Ziraldo, um dos autores e cartunistas de maior destaque do Brasil, criador do personagem Menino Maluquinho.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *