Semana Santa: Vigilância Sanitária fiscaliza venda do pescado e Defesa do Consumidor alerta para compras

O Departamento de Vigilância Sanitária da Prefeitura de Niterói intensificou, em março, as ações de fiscalização nos estabelecimentos que comercializam pescado na cidade. O órgão está fazendo visitas de inspeção ao tradicional mercado de peixe São Pedro, na Ponta D’Areia, por conta da proximidade da Semana Santa, quando a procura pelos peixes e frutos do mar aumenta consideravelmente. O objetivo é verificar as condições higiênico-sanitárias dos boxes e orientar sobre as exigências para a venda desse tipo de produto.

Durante as averiguações, os fiscais percorrem os 40 boxes do mercado. No ato da inspeção, já foram aplicadas cinco intimações para cumprimento de exigências, como pontos de água para higienização e iluminação; três autos de infração por falta de asseio e um de inutilização de 2,6 quilos de peixe porco sem pele e em contato direto com o gelo. 

Além da fiscalização ao comércio local, a chefe da Divisão de Vigilância Sanitária, Sylvia Malheiros, orientou os funcionários quanto a melhor maneira de manipulação dos alimentos e deu dicas para o consumidor estar ficar atento na hora da compra.

“A população tem que redobrar a atenção na hora de comprar peixe, observando e seguindo algumas recomendações básicas: os olhos devem estar brilhantes; as guelras devem apresentar a cor vermelha; as escamas e a pele devem estar firmes quando pressionadas“, aconselha Sylvia.

Segundo o chefe da Vigilância Sanitária, Renato Pacheco, as ações são de ordem preventiva e não visam multar, mas sim dar orientação aos comerciantes sobre a maneira correta de acondicionar o pescado, bem como informar as condições de funcionamento do estabelecimento, entre outras.

“Nós realizações um trabalho de rotina no município com o intuito de promover a orientação, fiscalização e quando necessário, a punição dos estabelecimentos comerciais e prestadores de serviço. Nosso trabalho tem um papel fundamental ao longo de todos esses anos agindo na promoção do bem-estar e na qualidade de vida da população”, explica Renato.

As ações continuam até a sexta-feira Santa nos estabelecimentos que vendem pescado na cidade.

Dicas para o consumidor – A Secretaria de Defesa do Consumidor de Niterói elaborou uma lista de orientações para evitar transtornos durante as compras para a Semana Santa. Faltando alguns dias para a Páscoa, período em que cresce a procura por pescado e ovos de chocolate, é preciso estar atento à aquisição dos alimentos típicos da época mais doce do ano.

O secretário de Defesa do Consumidor, Roberto Teixeira, alerta que é essencial fazer pesquisa de preços.

“A oferta é sempre maior do que a procura, então vale a pena procurar pelo valor mais em conta. Nos ovos de chocolate, é essencial observar se o rótulo contém informações como data de validade, peso líquido e composição. No rótulo também deve constar a lista de ingredientes que compõe o produto, pois determinadas doenças impedem aos seus portadores, por exemplo, a ingestão de açúcar ou glúten”, aconselha.

Orientações:

– É importante ficar atento ao peso dos ovos, pois as numerações indicadas pelos fabricantes nos rótulos não são equivalentes entre as marcas.

– O consumidor deve ter consciência de que se optar por ovos dispostos em bancas de promoção, com a informação de que estão “quebrados”, normalmente mais baratos que outros em perfeitas condições, o fornecedor não será obrigado a trocar o produto.

– Os peixes frescos têm que estar conservados em gelo. Verifique sua aparência observando se os olhos estão brilhantes e as escamas bem presas ao corpo. A higiene e o armazenamento também são itens importantes a serem verificados: no supermercado deve estar em balcão frigorífico e na feira é necessário ter gelo picado por cima, estar exposto em balcão de aço inox inclinado e protegido do sol e insetos, além de ser obrigatório que o feirante use luvas descartáveis.
– Verifique no rótulo o registro no órgão de fiscalização competente, indicação de temperatura para conservação, data de acondicionamento e prazo de validade. Depois de descongelado, é recomendável que seu preparo e consumo sejam feitos rapidamente.

Foto: Divulgação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *